Flexibilidade para reduzir o absentismo

0
2



Mais de 6 mil profissionais do Reino Unido, França, Austrália, China, Índia e América Latina foram questionados sobre que tipo de ações os gestores poderiam realizar para evitar ausências não justificadas. A resposta mais comum em todos os países, de acordo com o estudo da Kronos, foi oferecer aos funcionários a oportunidade de trabalhar em horários flexíveis. Na França, contudo, os empregados disseram que gostariam de ter a oportunidade de tirar as sextas-feiras durante o verão e repor o tempo no resto da semana. As oportunidades de licenças sem pagamento e trabalhar em casa estiveram, também, dentro da faixa de respostas mais comuns entre os empregados do mundo inteiro.

 

A Kronos oferece um software de gerenciamento de ausências, Workforce Absence Manager, para controlar a ausência de funcionários. Sistemas como esse permitem a melhor tomada de decisões na gestão de pessoas e, por consequência, ajudam na redução do absenteísmo, de acordo com Gabriel Alvarado, diretor geral da Kronos para América Latina. “Ao reunir informações em um único banco de dados integrado a outros sistemas empresariais, os gerentes têm acesso a uma visão única, em tempo real, sobre o absentismo em sua organização. Além disso, há redução de custos, as melhores práticas aumentam a produtividade e garantem a continuidade e conformidade. Os resultados finais serão o controle do absentismo e a melhora da autoestima dos funcionários”, garante Alvarado.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMobilidade que facilita
Próximo artigoO perfil do empregado que falta