Fonoaudióloga dá 17 dicas essenciais para cuidados com a voz

0
10

A fonoaudióloga e psicomotricista Claudia Liechavicius – especialista em voz, pelo Centro de Estudos da Voz (CEV), e em patologias da linguagem, pela Universidade Estácio de Sá (UES) – destaca alguns cuidados necessários com a voz. “Ardência, dor na garganta, perda da voz ou rouquidão são sinais de problema vocal. Cuidado! Procure um otorrinolaringologista ou fonoaudiólogo se os sintomas persistirem”, alerta a profissional, que já trabalha há alguns anos em call centers no Rio de Janeiro.

Seguem abaixo 17 dicas definidas por Claudia para cuidados a serem tomados em relação à voz:

– Não gritar;
– Não se expor a mudanças bruscas de temperatura ambiental;
– Não pigarrear ou tossir. Engolir saliva ou tomar água;
– Evitar bebidas alcoólicas;
– Evitar “sprays”, pastilhas e “drops”;
– Beber no mínimo 8 copos de água por dia para hidratar as pregas vocais, principalmente em ambiente com ar condicionado;
– Ingerir sucos de frutas cítricas;
– Fazer gargarejos com água morna e sal;
– Não falar em ambiente muito ruidoso, evitando competir com os outros;
– No caso de ser alérgico, evite contato com as substâncias que lhe são prejudiciais;
– Não fumar;
– Cuidar de sua saúde como um todo, pois qualquer problema no seu corpo pode influenciar na produção da sua voz;
– Mastigar bem os alimentos, dar preferência aos mais leves e evitar os temperos excessivos;
– Evitar chocolate e derivados de leite antes do uso profissional da voz;
– Enquanto estiver trabalhando, manter boa postura corporal;
– Não usar roupas apertadas, principalmente no pescoço e na cintura;
– Realizar exercícios de aquecimento vocal orientados por fonoaudiólogo, no momento que antecede o uso profissional da voz.