Gerente TI, administrando a sua equipe

0
2

Para os novos marinheiros, como Gerente de TI ou Gestor da área de tecnologia, tenho umas dicas importantes para encurtar suas dúvidas e objetivar a sua gestão. Porém, antes de tudo, devemos nos perguntar: “A filosofia da minha equipe é Orgânica ou Mecanicista”?

Liderar uma equipe de tecnologia não é difícil, mas devemos nos precaver, pois lidamos com conhecimentos diversos. Um pode dominar certa tecnologia, outro pode dominar um pouco de cada e isso os torna um tanto que individuais. Mas voltando ao assunto sobre Orgânica ou Mecanicista, isso é fácil de identificar. Quando há algo a se fazer, e você houve a frase: “Isso só quem sabe é o fulano”. Bem, essa é uma equipe Mecanicista, ou “Passadora de Bola”, não há pró-atividade por parte da equipe em dominar a tecnologia de seu colega de trabalho, fazendo com que uma única pessoa se torne imune, ou vire “O intocável”. Isso gera insatisfação e deixa o gestor vulnerável.

Já numa equipe Orgânica podemos notar que a produtividade é maior, e anda lado a lado não só com a satisfação da equipe, mas também do cliente, pois todos compartilham da mesma tecnologia e atendem como uma igual. Agora você me pergunta: Mas como? Bem isso é fácil demais! Treinamento interno, inúmero incentivos de parabéns; isso mesmo, uma das melhores gratificações para o analista é receber o “parabéns” sincero do seu gestor.

Compartilhar conhecimento é a chave do negócio. Quando criamos um plano de treinamento interno e damos a chance a um dos nossos analistas de levar sozinho um projeto como este, ele se sente muito valorizado e aumenta a sua auto-estima. Para isso alguns passos terão que ser tomados como passar uma planilha interna para que cada analista preencha, constando qual tecnologia domina ou em qual se sente seguro. É planilha e não prova. Após analisá-las, comente, faça uma reunião, peça sugestões e não delegue, mas sim compartilhe responsabilidades com eufemismo.
Muitos têm a dúvida de como administrar e tomar a decisão de centralizar ou não tarefas. Afirmo que devemos sim é fazer um rodízio entre os analistas, para que todos desempenhem todos os perfis, ou melhor dizendo, conheça toda a tecnologia usada em seu ambiente de trabalho. Este rodízio teve ser feito a longo prazo, cada analista deve desempenhar por seis meses (no mínimo) uma outra função para que realmente dê certo. Não queremos ouvir a frase “Ah, mas quando isso aconteceu não era o meu dia nesta função”.

Gerente de TI mantenha um relacionamento aberto, sorria sinceramente sempre que puder, estabeleça relações de confiança, compartilhe suas metas, documente a situação atual, faça gráficos de mês a mês, discuta com sua equipe os resultados e deixe que ela também se sinta responsável por seus deveres de gestor.
Leonardo Rebitte – Consultor Solutions Builder ([email protected])