O canal para quem respira cliente.

Gerundismo, não!!!

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin


O treinamento e a conscientização de operadores e líderes em callcenter é a melhor maneira de combater o uso exagerado do gerúndio, apontam especialistas do setor. Para Ana Elisa Ferreira, fonoaudióloga da Univoz, o mais importante é ajudar os operadores – na maioria jovens e ainda com deficiências de linguagem – a aperfeiçoar a habilidade de comunicação, para que não tenham que recorrer ao gerundismo.

“Para muitos, o ´vou estar fazendo´ é uma estrutura rebuscada, que indica refinamento na comunicação. Ensinamos, nestes casos, que o mais importante é ser objetivo no tratamento com o consumidor e que o formalismo não requer uso do gerúndio”, explica Ana Elisa, que dá consultoria para empresas e oferece cursos em parceria com a Associação Brasileira de Telemarketing (ABT).

Para que o operador tenha boa desenvoltura na comunicação com consumidores, a fonoaudióloga Ana Elisa sugere dinâmicas, exercícios de escuta e de escrita e monitoria sobre as ligações efetuadas. No entanto, o processo deve se estender às demais áreas das centrais de callcenter: “os scripts usados no atendimento e toda a comunicação interna da empresa deve tomar cuidado para respeitar a língua portuguesa e evitar o mau uso do gerúndio”, completa a especialista.

A ABT apoiará, também, uma palestra sobre gerundismo e comunicação eficiente, que será ministrada pelo professor Pasquale Cipro Neto, em 30 de agosto, em São Paulo, dirigida especialmente a profissionais que prestam serviços de atendimento ao cliente.

Serviço
Data: 30 de agosto
Horário: das 9h às 12h30
Local: Hotel Jaraguá – Rua Martins Fontes, 71, Centro – São Paulo/SP
Informações e inscrições pelo telefone (11) 5589-6592, no site www.aldeiasc.com.br/papelpa.htm# ou pelo e-mail [email protected]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima