Ginástica laboral para reduzir absenteísmo

0
21



As empresas estão diante de um problema crônico a ser resolvido: absenteísmo. E as doenças são, de acordo com a Opas, Organização Pan-Americana de Saúde, importantes motivadores para a ausência dos colaboradores nas empresas. Uma das atividades que vem ganhando força e tem ajudado a reduzir o problema é a aplicação da ginástica laboral no dia a dia dos funcionários. A prática é a terceira colocada entre as iniciativas de empresas que obtiveram maior impacto positivo na qualidade de vida dos funcionários, perdendo para treinamentos e assistência médica, num estudo da Fundação Instituto de Administração, da USP.

 

A ginástica laboral é tiro certo no combate do absenteísmo por compor diversas melhorias fisiológicas, psicológicas e sociais, de acordo com Márcio Aldecoa, diretor da Life PQV, prestadora de serviços de qualidade de vida para o mercado corporativo. “A realização dos exercícios no ambiente de trabalho proporciona sensação de bem-estar e disposição. Além disso, aumenta a flexibilidade, força, coordenação; ritmo, agilidade e resistência”, explica. “Outras melhorias sentidas estão ligadas diretamente no combate de tensões, maior concentração e desempenho qualitativo das atividades”, afirma.

 

A contribuição da ginástica laboral com a redução de faltas motivadas por alguns problemas de saúde resulta em economia nos gastos com afastamentos e substituições, segundo Aldecoa. “Também terá, consequentemente, diminuição de queixas, acidentes e lesões”, aponta.