Governo comemora acordo com ABT

0
3

“O setor de call center tem condições de alocar pessoas com rapidez e de gerar vagas de qualidade”, disse o Ministro do Trabalho e Emprego, Ricardo Berzoini, que assinou hoje protocolo de intenções com a Associação Brasileira de Telemarketing (ABT) para criar 18 mil vagas no âmbito do Programa Primeiro Emprego, até 2005.
O presidente da ABT, Topázio Silveira Neto, observou que as empresas do setor hoje são empregadoras de mão-de-obra jovem tal como acontecia com o setor bancário nas décadas anteriores. “E podemos dizer que facilitamos a conquista do segundo emprego, em função do excelente treinamento que eles recebem”, afirmou.
O ministro lembrou que as vagas captadas por meio de convênios com entidades empresariais e grandes empresas, neste segundo semestre, deverão se traduzir em contratações, principalmente, a partir do próximo ano. “Também foi nesse semestre que aprovamos as alterações na legislação que criou o programa, retirando amarras que dificultavam a sua execução”, afirmou.
O presidente da ABT, que fez prognósticos positivos para o setor, inclusive com expectativa de maior exportação de seus serviços, estava acompanhado de executivos das empresas Atende Bem, Atento, Contax, Softway, Telefutura, Teleperformance, Telesoluções, Teletech, TMKT e Voxline. Das 18 mil vagas para jovens inscritos no PNPE, cerca de 12 mil deverão ser asseguradas por essas empresas, a maioria em São Paulo.