Lan Professional e Ericsson reafirmam acordo

0
13


A Lan Professional, empresa especializada na distribuição de soluções convergentes e de alta tecnologia, e a Ericsson, empresa de telecomunicações, firmaram acordo para atender a demanda de soluções de convergência no mercado nacional. Para o ano de 2007, a distribuidora espera que a nova linha represente 20% do volume de vendas, enquanto a Ericsson acredita que haverá um aumento de 30 a 40% nos negócios em decorrência de novas parcerias.

Toda a linha de soluções de telefones, PABX e soluções de VoIP serão disponibilizadas pela Lan Professional. O destaque são os PABXs que atendem empresas de todos os portes, tendo o equipamento MD110 para grandes clientes, Business Phone 250 para médios e Business Phone 50 para pequenos.

Segundo o gerente de Vendas de Canais da Ericsson Enterprise, Alexandre Mori, a empresa buscava capilaridade e maior número de revendas e optou pela Lan Professional para distribuir os produtos devido à referência no mercado. “Essas parcerias ajudam a Ericsson a ter acesso a uma base maior de clientes. Novos canais nos ajudarão a direcionar as vendas no segmento do mercado corporativo, além de aprimorar o serviço de suporte que oferecemos aos nossos clientes em todo o país”, afirma Mori.

A distribuidora oferecerá aos parceiros vendas qualitativas com suporte pré e pós-venda, gerente de produtos exclusivo para a marca e um Centro de Treinamento para capacitar as revendas. Inicialmente o treinamento será realizado na unidade da Ericsson de São José dos Campos e, futuramente, na própria sede da Lan Professional, em São Paulo.

Adrianno Barcellos, diretor-geral da Lan Professional, comenta que a parceria entre a liderança de voz da Ericsson no mercado corporativo e a experiência de dados da Lan conjuntamente, devem gerar uma receita de até R$ 25 milhões já no primeiro ano de união. Para atingir os números estimados pelas duas empresas, a Lan Professional busca canais em todo o Brasil com expertise no mercado de voz. “Procuramos, principalmente, canais que atendam a demanda do segmento de médio e grande porte”, afirma José P. Leal Junior, diretor de negócios e tecnologia da distribuidora.