Lucent exporta centrais de comutação para a Índia

0
3

A Lucent Technologies conclui o primeiro processo de exportação das centrais de comutação BZSP, para a operadora indiana TATA. Parte da família BZ, sistemas de comutação digital inteiramente desenvolvidos no Brasil, a BZSP é um equipamento ultracompacto que oferece alta densidade de circuitos E1, aos quais se conectam equipamentos de acesso de próxima geração.


Em sua estréia no mercado, a primeira remessa de BZSP foi enviada para Índia, fazendo parte de um projeto no valor de US$64 milhões. “Buscamos, constantemente, ampliar a penetração em outros países dos produtos produzidos pela Lucent no Brasil”, afirma Renato Furtado, presidente da Lucent Technologies no país. “Integrantes da linha BZ, as centrais de comutação BZSP tem ótima receptividade nos mercados externos. Além disso, temos a possibilidade de demonstrar nossa atuação global ao prestarmos os serviços de suporte técnico a partir de nosso SAC em Campinas”, completa Furtado.


Os processos de exportações das centrais de comutação da família BZ para diversos países contam com a coordenação dos parceiros de negócios da Lucent no mundo (Business Partners), e com o suporte técnico e o Serviço de Atendimento ao Cliente (SAC) da empresa em Campinas, São Paulo.


Os sistemas BZ da Lucent são centrais digitais de comutação de pequeno porte, apropriadas para localidades de baixa densidade demográfica. Proporcionam a possibilidade de expansão geográfica e aprimoramento dos serviços prestados pelas operadoras de telefonia fixa, que podem promover o rápido upgrade das redes analógicas e passar a oferecer serviços de próxima geração, como acesso remoto à internet e serviços fixos pré-pagos.