NEC anuncia parceria com a VocalData

0
1

A NEC do Brasil, empresa provedora de soluções integradas de comunicações e tecnologia da informação para operadoras, corporações e governo, acaba de anunciar a parceria com a VocalData, empresa de tecnologia no desenvolvimento de soluções para Hosted IP Telephony. Segundo os termos do acordo, a NEC do Brasil atuará como distribuidora e integradora da plataforma VocalData no mercado local.

Através desta solução as operadoras de telecomunicações poderão prover serviços de telefonia IP para seus clientes corporativos com relação custo/benefício otimizada. Além de reduzir os investimentos em equipamentos e os respectivos custos de atualização e manutenção, a solução de Hosted IP permitirá que os clientes das operadoras tenham acesso a serviços avançados, como voice mail e portal web pessoal para programação das funções de cada telefone.

Isso ocorre num momento propício, pois muitas empresas estão adotando soluções de Voz sobre IP e precisam que as Operadoras apresentem serviços compatíveis com o novo ambiente tecnológico e de negócios. Por este motivo, a NEC do Brasil e a VocalData já estão testando a solução em várias operadoras e em breve deverão anunciar os primeiros contratos com esta solução. “Nós avaliamos muitas alternativas à procura de uma plataforma de Hosted IP Telephony para operadoras no Brasil e a solução da VocalData se destacou pela sua superioridade em matéria de escalabilidade e versatilidade”, diz Herberto Macoto Yamamuro, diretor da Carrier and Corporate Solutions Business Unit da NEC do Brasil.

“A VocalData é o único provedor de telefonia IP que dá suporte tanto para protocolos padronizados, tais como SIP e MGCP, como para os protocolos proprietários correntes, tais como SCCP e MiNET – permitindo assim uma gama maior de opções de equipamentos para os nossos clientes provedores e a seus usuários. O servidor também é capaz de integrar-se facilmente aos equipamentos legados e de próxima geração, facilitando o processo de migração suave para VoIP dos provedores brasileiros e seus clientes empresariais”, completa.