O jovem, no comando das empresas

0
15



O mundo corporativo deve sofrer nos próximos anos uma mudança significativa no perfil de suas lideranças. Pesquisa da Amcham com profissionais de RH aponta que 80% acreditam em aumento consistente no número de jovens ocupando cargos de gestão nas empresas em curto prazo. A justificativa para a rapidez das promoções a cargos de chefia está no cenário de escassez e disputa por mão de obra qualificada.

 

Na percepção de 74% dos entrevistados, acelerar os planos de carreira de jovens é hoje uma importante estratégia para reter talentos e impulsionar a competitividade de um negócio. Nesse contexto, 33% dos executivos informaram que suas companhias já executam programas de formação de jovens líderes e outros 37% indicaram sentir a necessidade de começar a realizar esse tipo de ação em curto prazo.

 

Qualificação
Ao promover um jovem a posição de liderança, as empresas devem investir em qualificação comportamental e coaching, afirmam 67% dos profissionais de RH. Outras preocupações dizem respeito a monitoramento e avaliação de desempenho dos novatos (13%) e criação de planos de carreira personalizados (11%). Na avaliação dos executivos ouvidos, os setores em que a necessidade de promoção acelerada de jovens é mais acentuada são: tecnologia (34%); varejo (18%); comunicação (15%); e indústria (10%).