OneCall investe R$ 2 milhões para ampliar callcenter

0
5

Seis meses depois de entrar em operação, a OneCall Call Center entra num processo de crescimento que vai exigir, agora com recursos próprios, entre R$ 1,5 milhão e R$ 2 milhões para praticamente dobrar sua capacidade operacional.

Este crescimento demonstra o acerto da estratégia de ofertar a terceirização do atendimento a clientes com tecnologias reconhecidas mundialmente, apostar na explosão do atendimento via Web e na convergência de voz e dados, justifica o diretor Alex de Franco. Estamos no caminho certo, atuando com muita competência, expertise e acima de tudo com foco nas unidades de negócio definidas previamente em nossos planos, complementa.

O primeiro site, que começou a funcionar em agosto do ano passado com 60 posições de atendimento (PAs) e dois clientes, está com sua capacidade esgotada, acomodando as atuais 180 PAs. Para nós esta explosão foi tão surpreendente que alugamos um outro espaço no mesmo prédio para transferir algumas áreas operacionais e o treinamento, comenta de Franco.

O segundo site, que também está sendo estruturado na rua Sete de Abril, 240, no centro da capital paulista, além das áreas operacionais, vai acomodar mais 150 PAs. Nosso objetivo é reestruturar a operação, poucos meses após sua inauguração, para suportar o crescimento que deve nos levar imediatamente a 380 posições e, até o final do ano, a 500, prevê o diretor.

E o mais importante é que os recursos não envolvem mais aporte da holding, salienta de Franco. A justificativa é que a OneCall Call Center, que iniciou as operações com telemarketing ativo (para a Credicard) e receptivo (para a AOL), conquistou contas estratégicas que envolvem políticas de gestão de relacionamento com clientes (Telefônica e a nova empresa aérea Nacional Transportes Aéreos), que vão contar com aplicações de contact center, estendendo o atendimento a canais de Web, como e-mail e chat, num primeiro momento.

Outro cliente estratégico é a Ericsson, para quem a OneCall começa a desenvolver uma operação de fidelização de clientes realizando pesquisas que envolvem a aferição de qualidade com a rede de assistência técnica.

A OneCall não está no mercado para permanecer por um ou dois anos, chegamos e permanecemos fortes em nosso propósito de nos transformar em um dos grandes players deste setor. Neste momento, avaliar a companhia pelo número de PAs não nos importa mais do que projetos focados e com valor agregado. justifica de Franco.