Os cinco passos para motivar liderados

0
16
Ninguém motiva ninguém. Essa é a opinião de Carlos Aldan, CEO do Grupo Kronberg, empresa especialista em inteligência emocional. Porém, é possível criar um ambiente para conduzir a automotivação e evitar um possível turnover na organização. O CEO, que também é antropólogo e sociólogo, aponta que motivar os subordinados os ajuda a não realizarem o trabalho apenas pela necessidade de ter um emprego pelo salário e sim, como um meio para atingir metas de vida e felicidade. A partir disto, ele deixa cinco dicas para motivar os colaboradores:
1) Seja um bom líder. Para liderar ressonantemente é preciso ter as competências básicas de um líder inspirador. Desenvolver o sentimento de autonomia em seu liderado, dar liberdade para o colaborador criar e mostrar que ele pode assumir as responsabilidades sozinho são ferramentas fundamentais para o engajamento e auto – motivação dele.  Além disso, é importante que o líder entenda que o conhecido “erro” do funcionário é na verdade uma experiência na qual ele pode aprender e penalizá-lo por isso pode ser desmotivador. A idéia é entender o motivo que fez com que ele agisse de forma diferente da esperada, e auxiliá-lo na direção correta.
2) Ter segurança. Um líder que mostra segurança no que faz inspira o mesmo sentimento em seu colaborador. Ajudá-lo a desenvolver essa segurança é necessário em seu desenvolvimento, que acontece por meio de treinamentos. Este desenvolvimento diminui a procrastinação e dá segurança de ter domínio sobre as suas tarefas.
3) Tenha propósito e visão de futuro. Existem tarefas rotineiras que muitas vezes podem se tornar maçantes. Por isso é necessário ter um propósito para elas, entender o real valor por trás de fazer o que se está fazendo. Muitas metas pessoais, por exemplo, são realizadas por meio do trabalho. Por esse motivo, a tarefa realizada pode ter mais valor ainda se analisada de forma mais abrangente além das metas coletivas e profissionais.
4) Crie um relacionamento com seu liderado. Sem uma comunicação eficaz, um bom relacionamento entre colaboradores e líderes pode ser ameaçado, Para criar um relacionamento saudável e positivo, por exemplo, o líder precisa dar reconhecimento pelo trabalho que foi bem feito pelo colaborador, que por sua vez, fica satisfeito com seu serviço, engaja-o a desenvolve-lo, o que gera melhores resultados para a corporação.
5) Utilize os desafios como motivação. Mostrar para o liderado que existem desafios e que é possível superá-los os motiva a seguir em frente.