Quais são os pontos de vista?

0
1


Ouvi falar em uma reunião que “não existe ponto de vista, mas sim vistas de um ponto”. Parei para refletir sobre isso e acabei associando com a questão profissional…

Podemos acreditar que somos bons, até mesmo os melhores ou piores na realização da nossa atividade profissional, e este é nosso ponto de vista, mas como somos vistos de outras “n” vistas que nos enxergam dentro do mundo corporativo? Como somos vistos pelos clientes, superiores, subordinados, demais áreas da empresa, pelo alto escalão, pelos que ocupam funções semelhantes, etc?

Alguns nos acompanham diretamente ou lado a lado no dia-a-dia e têm sua percepção visual, outros mais distantes nos enxergam por meio de números e respostas à solicitações, outros por comentários feitos dentro e até mesmo fora da empresa, em reuniões, etc.

Para sermos bons temos que corresponder à expectativa de todos! Acaba sendo semelhante à questão comercial, onde os clientes satisfeitos lhe indicam, mas somente se alguém perguntar, já os insatisfeitos espalham voluntariamente sua insatisfação e disseminam os pontos negativos para muita gente independente da grandeza do que não foi atendido.

Em resumo, temos que atender bem ao cliente, subordinados, superiores, colegas, afinal, todos que nos circundam ou vêm nossos resultados, caso contrário não somos efetivamente bons. E o que é atender bem a todos? É atender suas expectativas no que diz respeito à realização de tarefas com qualidade, cumprimento de prazos, apresentação de resultados satisfatórios, etc. E se você quer se destacar, faça tudo isso e algo a mais!

Paulo Lisboa da Cruz é coordenador de Atendimento da Contact One. ([email protected])