Quem é você no Whatsapp?

0
1
Autora: Fabiana Sanches
Felizmente, a tecnologia vem facilitando nossas relações a cada dia. Apesar de não ser tão saudável quanto o entrosamento presencial, ela aproxima as pessoas vencendo as distâncias físicas. Uma das febres do momento é a interação com amigos e grupos do Whatsapp. No entanto, dependendo do tipo de grupo, é importante prestar atenção em sua postura e linguagem utilizada. Refiro-me aos grupos temáticos profissionais, de networking de busca de vagas. 
Dicas:
– Quanto mais você se expõe, mais as pessoas prestam atenção em você. Escolha como será essa sua exposição, se boa ou ruim.
– Não faça dos grupos de vagas, “muros de lamentações”. Reclamar não melhorará sua situação, escolha um amigo ou pequeno grupo de amigos pessoais, ou alguém da família e se abra em particular. Imagine um grupo lotado no qual todos querem expor sua situação pessoal. A vida não é estanque, ela não para, e os fatos que acontecem com você são resultado da energia que você movimenta e alimenta em torno de si; não pense ou aja como se suas experiências ruins fossem imutáveis. Seja otimista! Se algo não deu certo, parta a próxima com energia renovada e receptiva!
– Tenha em mente que todo o conteúdo postado em grupos deve ser interessante para todos os participantes, evite conversas monopolizadas e longas. Poste somente o que for importante ou relevante de acordo com o tema do grupo.
– Faça Marketing de Conteúdo, ou seja, mostre seu valioso conhecimento na rede, ajude pessoas do grupo em suas dúvidas e necessidades, interesse-se genuinamente pelos outros. Mas, muito cuidado com sua linguagem, lembre-se que grupos e redes sociais são “vitrines profissionais”. Uma das principais funções do Networking é a indicação. Invista na melhoria de seu conhecimento em nossa Língua nativa. Vejo muitas pessoas trocando o “mas” (porém), por “mais” (adição), pecando nos plurais, deixando de usar a concordância verbal e nominal corretamente.
Existe o “casamento” perfeito entre necessidades da empresa e seu perfil profissional. Não adianta ficar reclamando e generalizando que “as empresas não dão chance para pessoas sem experiência, que não adianta estudar porque elas não contratam, que elas exageram nos requisitos exigidos”…” Se não aconteceu ainda o que você espera, continue investindo sua energia na busca de seus objetivos, mas, com uma energia limpa, boa, positiva e otimista, assim, você atrairá para sua vida, pessoas e vivências valiosas para seu aprendizado e desenvolvimento. Chame a atenção por sua inteligência e não por sua habilidade em reclamar.
Você será lembrado pela imagem que escolher passar!
Fabiana Sanches é coach de carreiras e psicóloga organizacional. (facebook.com/coachfabianasanches)