Sem desvio de rota

Voxline realiza migração para modelo remoto mantendo continuidade do trabalho

0
0
Alisson Baggio
Alisson Baggio

O Voxline Contact Center contou com o auxílio das soluções da Citrix para mover o modelo de trabalho do presencial para o remoto por conta da pandemia do Covid-19. Nessa primeira fase, migraram mais de 60% dos colaboradores que antes trabalhavam alocados na sede da empresa, em São Paulo (SP), e agora fazem o trabalho de casa, sem nenhuma mudança significativa em operações, sistemas, processos e aplicações.

“Tivemos essa demanda rápida e brusca do Covid-19, na qual tivemos de montar uma operação ‘a toque de caixa’. A solução da Citrix nos foi apresentada como rápida, flexível, funcional e de alta disponibilidade. Havia uma responsabilidade grande, e a realidade apresentada superou as expectativas” declarou Alisson Baggio, diretor de TI na Voxline. “Não houve uma mudança brusca na operação e a integração foi realizada de forma remota, sem a presença física dos colaboradores. Foram apenas quatro dias para termos o ambiente totalmente pronto para ser operacionalizado.”

Por meio da integradora LGTi, a Voxline adquiriu a Citrix Virtual Apps and Desktops, solução que, entre outras funcionalidades, também dá acesso remoto à máquina do usuário – que permanece fisicamente na empresa – de forma segura e confiável. Além disso, a solução de networking da Citrix (ADC) permitiu à Voxline um trabalho remoto de forma muito próxima à qual os colaboradores trabalhavam no dia a dia na sede, acessando externamente as aplicações com políticas de rede, monitoramento e certificados de segurança que garantem maior segurança e agilidade. Em alguns casos a produtividade, inclusive, aumentou durante o período de home office e o número de chamadas abertas para o TI da empresa diminuiu.

“Ficamos muito felizes em proporcionar soluções que ajudam empresas do porte da Voxline a manter a continuidade do trabalho sem exigir nenhuma mudança por parte dos colaboradores e nem causar dificuldades aos consumidores que continuaram tendo acesso aos operadores com excelência e a qualidade de voz clara, mesmo utilizando a internet de casa”, pontua Luciana Pinheiro, diretora de Vendas da Citrix Brasil.