Software Crivo ganha novos recursos

0
2



A equipe de desenvolvimento da Crivo criou um novo recurso para o seu software homônimo com o objetivo de diminuir o tempo de consulta na análise de crédito e risco. Agora, o Crivo realiza consultas paralelas. Em outras palavras, busca informações em várias fontes de uma só vez, em vez de fazer as consultas seqüenciais. “O novo recurso possibilitará uma melhoria no atendimento ao cliente e uma redução de custo operacional, já que o processo será mais rápido. Alguns bancos e seguradoras já estão testando a nova funcionalidade do sistema”, afirma Rodrigo Del Claro, diretor de relacionamento com clientes da Crivo.


A consulta paralela pode ser usada em todas as fontes gratuitas de informação, conforme as regras de negócio (árvore de decisão) do cliente. O mesmo recurso servirá para consultas em fontes pagas, que precisam, obrigatoriamente, ser verificadas para a tomada de decisão. O processo de pesquisa seqüencial de fontes continua existindo, mas, agora, o cliente pode definir quais fontes devem ser consultadas simultaneamente e quais devem seguir a seqüência estabelecida de acordo com as suas regras de negócio.


Com isso, o tempo de consulta cairá muito, principalmente, no caso de usuários que consultam muitas fontes. “Algumas são muito lentas. Se cada fonte levar 30 segundos para responder, no caso de uma consulta em 80 bases de informação, por exemplo, o tempo que, normalmente, seria de 40 minutos cai para 30 segundos”, explica Daniel Turini, diretor da Crivo. “A nova funcionalidade permitirá também que o cliente espere um pouco mais pelo resultado de uma fonte mais instável ou demorada, elevando, assim, o nível de qualidade da consulta”, completa.