Teatro como prática de treinamento

0
0


O serviço de atendimento telefônico de grandes empresas, muitas vezes, deixa o cliente irritado. Normalmente, o atendente não consegue atender às expectativas de quem está do outro lado da linha por uma espécie de “robotização” (o atendente repete a mesma frase o tempo todo e não resolve o problema). Fora o excesso de “gerundismo”.

Com o crescente uso da Internet, algumas empresas também começam a investir no atendimento on-line, com o uso de webcam, para que o cliente possa ver o atendente com quem ele conversa. Mas como humanizar esses serviços de atendimento e fazer com que os atendentes usem bem a voz e saibam se sair bem frente à câmera?

O teatro foi a resposta encontrada por empresas como Banco Real e Net. Acostumada a criar espetáculos de teatro para mostrar problemas em ambientes corporativos e, assim colaborar para a solução, a Criando Idéias & Produções aceitou o desafiou. Criou um espetáculo bem humorado para mostrar os problemas de um callcenter e um treinamento com base no teatro para que os atendentes aprendam a trabalhar os sentimentos e a emoção com a voz e a vencer a câmera no atendimento on-line.

“Esse tipo de atividade envolve criatividade, exposição e raciocínio rápido. O melhor jeito de vencer a timidez, na vida e ao lidar com a câmera, pode ser o teatro. É vencer a dificuldade em trabalhar com a própria imagem”, comenta Alexandre Camilo, ator, diretor e autor de alguns espetáculos da Criando Idéias. Na criação dos textos e dos espetáculos, Alexandre focou no atendimento ao cliente por telefone, colocando os personagens para vivenciar os problemas que o cliente tem no dia-a-dia. “Com o objetivo principal de tirar a sensação do cliente estar conversando com uma máquina do outro lado da linha, o cuidado deve ser redobrado” conta Camilo.

Um bom telemarketing pode estreitar os laços entre a empresa e o consumidor, o que pode gerar um enriquecimento na base de dados, na maior satisfação do cliente e, em última analise, na oportunidade de novos negócios. “É buscando uma excelência na prática do atendimento que grandes empresas recorrem ao teatro como recurso para treinar seus funcionários de call center, principalmente agora, com a ‘versão’ online com uso de webcam”, completa.