Tivit migra servidores dos clientes de BPO

0
5



A Tivit anuncia o lançamento do projeto Tivit Next Generation BPO, que contará com a migração de todos os servidores da torre de BPO (Business Process Outsourcing) para os dois data centers classe V (99,999% de disponibilidade) da empresa. Com isso, todo ambiente tecnológico da área de negócios de BPO passa a ser gerenciado pela área de infraestrutura de TI da companhia. “Notamos uma necessidade, cada vez maior por segurança, governança e disponibilidade por parte de nossos clientes de BPO”, explica Eduardo Quadrado, diretor de tecnologia da torre de BPO da Tivit.

 

Com um investimento de R$ 8 milhões em equipamentos de última geração, o projeto foi fruto da sinergia e integração das torres de BPO e ITO (Terceirização de Infraestrutura de TI) da empresa. Serão migrados os clientes da base de BPO, a partir de julho deste ano, e 365 servidores serão reduzidos a 15, por meio de um processo de virtualização. “É uma evolução para o setor de terceirização de processos de negócios, que passa a contar com o mesmo nível tecnológico que nossos clientes de ITO sempre tiveram”, explica Quadrado.

 

“O projeto é um passo inovador, uma vez que conectará mais de vinte mil usuários por VoIP por meio de links de altíssima capacidade e redundância, todos interligados simultaneamente aos dois data centers – em São Paulo (Transamérica) e Rio de Janeiro (Barra) -, evitando interrupção de disponibilidade da infraestrutura”, comenta o diretor de tecnologia da torre de BPO da Tivit.

 

O executivo reforça que os maiores benefícios para os clientes serão o aumento da segurança e produtividade, bem como da agilidade para os processos de expansão ou migração de operações de um site para outro – pois as posições de atendimento estarão conectadas virtualmente aos servidores -, além da segurança extra a ser oferecida por meio de um sistema de contingência entre os dois data centers.