Trabalho social reconhecido

0
0

A ACS, empresa de contact center do grupo brasileiro Algar, foi eleita pelo sexto ano consecutivo como Empresa Cidadã 2005. O prêmio conferido pela Câmara Municipal de Uberlândia e pela Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) será entregue no dia 25 de novembro, quinta-feira, às 19 horas, na Câmara Municipal de Uberlândia.
Para conquistar o selo de Empresa Cidadã, as empresas enviaram resumos dos projetos que foram avaliados criteriosamente por uma comissão formada por profissionais de diversas áreas, legisladores e representantes de organizações não governamentais. Após a avaliação foram selecionados os melhores projetos divididos nas seguintes categorias: cultura, educação, participação comunitária, saúde e meio ambiente.

A ACS foi contemplada com quatro projetos, sendo três deles na categoria participação comunitária (“Capacitação para Portadores de Necessidades Especiais e Terceira Idade”, “Oficina para Gestantes” e “Programa Inclusão Social”) e um na categoria educação (“Cidadania na Escola – Parceria Empresa Escola”). “É com muita satisfação que recebemos este prêmio porque é o reconhecimento do nosso trabalho desenvolvido com associados e com toda a comunidade de Uberlândia, proporcionando a eles oportunidades de aprendizado e carreira”, afirma Divino Sebastião de Souza, diretor superintendente da ACS.

O projeto “Alô Companheiro Solidário” é o resultado da soma de várias atividades desenvolvidas pela ACS, voltadas professores, familiares e alunos da escola parceira, que participam do projeto através do acesso aos cursos, palestras, campanhas e oficinas promovidas pela empresa. Além disso, a empresa quer que no futuro, crianças carentes tenham oportunidades, como os jovens que hoje estão em seu primeiro emprego na ACS.

Iniciado em 2000, o curso de Capacitação para Portadores de Necessidades Especiais e Terceira Idade já formou em média 300 profissionais. Durante 40 horas, atendentes e treinadores voluntários da ACS ministram aulas de português, geografia, matemática, motivação, auto-estima, relacionamento interpessoal, atendimento a clientes, técnicas de vendas, marketing pessoal e negociação, preparando os participantes para o mercado de trabalho.

Já a Oficina para Gestantes que acontece uma vez por semestre, reúne gestantes do primeiro ao nono mês da empresa e da comunidade com o objetivo de orientar e promover a qualidade de vida e bem-estar da gestante e do bebê. Durante a oficina, as futuras mamães têm aulas com fisioterapeutas, fonoaudiólogos, assistentes sociais, nutricionistas e psicólogas que abordam assuntos como aleitamento materno, nutrição, postura e massagem.

Na área da informática, o Programa Inclusão Digital, iniciado este ano já mostrou com este reconhecimento que é um projeto de amplo alcance. A cada curso são treinados 80 inscritos que aprendem sistemas operacionais, digitação, Word, Excel, PowerPoint e Internet tornando-se mais competitivos e preparados para o mercado de trabalho.