URA facilita consulta ao SPC

0
1



A Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) do Distrito Federal, entidade sem fins lucrativos que visa promover informação e análise para a venda e consumo de produtos e serviços de apoio ao comércio lojista, implantou há dois meses o sistema de URA (Unidade de Resposta Audível) da catarinense Dígitro, fabricante brasileiro de soluções de telecomunicações. Assim, o serviço de consultas ao SPC (Serviço de Proteção ao Crédito), passou a contar com um sistema de auto-atendimento.


Agora, o lojista só precisa digitar seu código, senha e o CPF a ser consultado para obter a resposta vocalizada automaticamente. Com apenas dois meses de funcionamento, a URA já é responsável pelo atendimento de 25% das ligações que deixam de ir para o callcenter, agilizando sensivelmente o atendimento e eliminando gargalos. De acordo com Adriano Oliveira, gerente de TI da CDL DF, o novo sistema permite aos sete mil lojistas do Distrito Federal consultar se a pessoa tem restrições de crédito, saber o número de passagens – consultas feitas em um curto período – e  realizar protesto de cheques e duplicatas.


“Além de diminuir erros de digitalização, o novo procedimento elimina riscos de consultas indevidas em nome do lojista, já que não é necessário passar código e senha para ninguém”, salienta Adriano, que acrescenta, “para ampliar a utilização da URA, vamos trabalhar para introduzir essa nova cultura nos lojistas do Distrito Federal, o que deve aumentar gradativamente sua utilização”, avalia.


A CDL DF já utiliza, há dois anos, todos os módulos do EasyCall, sistema de callcenter da Dígitro, que provê todas as funcionalidades para automação das ligações, bem como recursos gestão e supervisão. E não pára por aí. Já está em estudo um novo projeto da CDL que prevê a adoção de tecnologia de vocalização. O TTS – Text to Speach amplia as informações disponibilizadas pela URA. A entidade pretende, ainda, implantar soluções que permitam o trabalho remoto.