Aproveite. Ainda dá tempo de inscrever seu case

O canal para quem suspira cliente.

São Paulo, Brasil - 27 de fevereiro de 2024, 11:36

Bemobi entra em pagamentos digitais no setor de educação

Pedro Ripper, CEO e fundador da Bemobi

Fornecedora de soluções de SaaS e pagamento para telecom e utilities, empresa entra agora em educação privada, setor que tem TPV superior a R$80 bilhões por ano

A Bemobi, empresa de tecnologia focada em soluções e plataformas de software (SaaS) de engajamento digital de clientes, integradas a soluções de pagamento, anunciou que concluiu a aquisição de 100% da Agenda Edu e EduPay, negócios digitais do Grupo Salta – anteriormente conhecido como Eleva -, um dos maiores grupos operadores de escolas do Brasil. Com a aquisição, a Bemobi passa a fornecer suas soluções de pagamento integradas com a Agenda Edu – plataforma SaaS de engajamento digital do cliente e de operações de cobrança e pagamento (EduPay), com mais de 2 milhões de usuários ativos, e acessa uma indústria com um TPV endereçável de R$82 bilhões ao ano, considerando apenas a educação básica. Somado ao ensino superior, o TPV endereçável atinge R$130 bilhões.

A transação inclui também um contrato de cinco anos, pelo qual a Bemobi proverá a solução de pagamento digital às escolas do Grupo Salta, com mais de 170 escolas. “A aquisição é mais um passo da estratégia de expansão da companhia para novas indústrias, principalmente na vertical de pagamentos”, afirma Pedro Ripper, CEO e fundador da Bemobi. 

A vertical de pagamentos é a que mais cresce entre os negócios da Bemobi e já atingiu 37% das receitas líquidas da companhia no terceiro trimestre. A operação reforça a estratégia da Bemobi de oferecer soluções SaaS de engajamento digital do cliente, altamente integradas às soluções de pagamento digital, criando uma solução mais simples e intuitiva que as disponíveis no mercado. “Atualmente, já fornecemos esse tipo de solução tecnológica às gigantes de telecom e energia elétrica no Brasil, além de ter recentemente ampliado sua atuação à indústria de banda larga com a recente aquisição da 7AZ”, informou Ripper. 

De acordo com o executivo, “o setor de educação privada no Brasil é extremamente fragmentado e enfrenta desafios semelhantes aos de outras indústrias que a Bemobi já serve. Os desafios são os de digitalizar o relacionamento com o cliente – neste caso, das escolas com alunos e seus familiares –, e simplificar o pagamento de mensalidades. A transação aguarda aval do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), em fase final de aprovação”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima