Um “mergulho” no complexo ambiente do trading floor

Solução permite ter uma visão global e preditiva de todo o ciclo das operações financeiras

0
141
Ricardo Gorski, diretor de vendas e marketing da Wittel
Ricardo Gorski, diretor de vendas e marketing da Wittel

O mercado de trading floor, ou seja, dos tomadores de decisão em mesas de operações financeiras também vem passando por uma grande transformação. Assim como outros, esse setor também vem sendo impactado pela pandemia. Na visão de Ricardo Gorski, diretor de vendas e marketing da Wittel, ela forçou uma maior flexibilização do modus operandi do ambiente de trading floor ao aumentar a demanda por operações remotas. “Com este cenário os principais operadores aumentaram ainda mais a exigência por soluções robustas, seguras, resilientes, com alta disponibilidade.” É nesse cenário que vem ganhando força o Trading Analytics, solução que traz uma visão global e preditiva, com KPIs específicos do setor, para gerenciar qualquer operação de missão crítica com alto volume de dados.

A ferramenta busca identificar por voz, texto ou até programar de forma personalizada um aviso para os tomadores de decisões sobre determinados termos que estão sendo tratados nas negociações, a fim de minimizar problemas relacionados à compliance. A base da solução é composta por Inteligência Artificial e Machine Learning, o que permite gerenciar um alto volume de dados e informações, além das normas estabelecidas por órgãos regulatórios do setor, e ainda, monitorar os melhores indicadores do mercado financeiro.

De acordo com Gorski, a experiência da Wittel no mercado financeiro viabiliza uma entrega consultiva de análise dos dados que demonstram a tendência e o comportamento de uma mesa de operação, com o objetivo de direcionar e garantir que a  estratégia estabelecida esteja sendo cumprida. “Além disso, garante as regras de compliance exigidas pelo setor, fazendo o apontamento de possíveis inconsistências.” Em entrevista exclusiva, o executivo detalha os ganhos que o Trading Analytics traz para o mercado, como tem sido a procura pela solução e de que forma ela impacta na experiência dos clientes.

ClienteSA – De que forma o Trading Analytics auxilia as empresas do ramo de operações financeiras? Qual o grande ganho que traz?
Gorski: O Trading Floor é um ambiente muito complexo, com várias mídias sendo utilizadas nas operações financeiras: chamadas de voz, chats, e-mails, sistemas de ordens, market data, CRMs, etc. Conseguir captar toda essa massa de dados e conciliá-los para que exista um mapeamento das operações é um grande trunfo, que auxilia a monitorar se a estratégia atual está sendo seguida de acordo com o risco avaliado e se está trazendo o resultado esperado, além de trazer insumos para a definição de novas estratégias.

Como o mercado vem recebendo?
O mercado tem recebido essa tendência de maneira muito positiva. Quando entendem que todas as centenas ou milhares de interações diárias de um Trading Floor são facilmente monitoradas e as operações financeiras são reconstruídas e apresentadas de forma clara e personalizada, independente dos tipos de mídia utilizados, os ganhos ficam muito perceptíveis.

Quais são os principais avanços tecnológicos nessa área?
Data Lake, Inteligência Artificial, Machine Learning e Deep Learning estão cada vez mais presentes em nossas vidas e não é diferente para o mercado financeiro. Essa tendência possibilita modelagem de dados cada vez mais precisa e direcionada aos objetivos do negócio.

De que forma isso vem transformando as operações no mercado financeiro?
Toda a volatilidade do mercado financeiro não só requer uma estratégia bem definida, mas a capacidade e rapidez para mudá-la quando necessário. É nesse sentido que a análise das interações é cada vez mais fundamental para o sucesso.

Qual o impacto na experiência dos clientes?
O impacto é grande já que se consegue obter melhores resultados pela visibilidade e  análise criteriosa de todo o ciclo das operações financeiras. É um verdadeiro “mergulho” no complexo ambiente do Trading Floor.