O canal para quem respira cliente.

Dificuldades dos consumidores para acesso ao crédito

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin

Pesquisa realizada pela Boa Vista, empresa de inteligência analítica, aponta que 80% dos consumidores brasileiros já tiveram problemas ao tentar solicitar crédito no mercado. As principais causas apontadas pelos entrevistados são ter o CPF com dívida vencida e não paga registrado nos serviços de proteção ao crédito (51%) e possuir score de crédito baixo (31%). Em seguida, não ter como comprovar renda (12%), não ter carteira assinada (4%) e não ter conta em banco (2%).

O levantamento da Boa Vista também constatou que 35% dos consumidores ainda não sabem o que é o Cadastro Positivo, considerado um dos principais meios para se melhorar o score e ampliar o acesso ao crédito do brasileiro. E, dentro desse grupo, 90% desconhecem os canais nos quais podem consultar a situação geral do seu score.

“O Cadastro Positivo é um banco de dados que contém o histórico de pagamento de empresas e consumidores. Por exemplo, sobre os cartões de crédito, mensalmente o Cadastro Positivo recebe a informação dos valores pagos das faturas. A lei que autoriza o envio dessa informação de forma automática aos gestores de bancos de dados, como é o caso da Boa Vista, está em vigor desde julho de 2019. Atualmente, o Cadastro Positivo é composto por informações de pagamento enviadas por instituições bancárias e empresas de telefonia, mas muito em breve deverá receber também as das empresas de saneamento e energia”, explica Lola de Oliveira, diretora de marketing e relacionamento ao cliente da Boa Vista.

Ainda segundo a sondagem da Boa Vista, os entrevistados que já tiveram crédito recusado esperam que as informações contidas no Cadastro Positivo apoiem com o reconhecimento de contas pagas, mostrando que foi uma dívida pontual. E, para os que não têm problemas em obter crédito, a expectativa é de conseguir contratar crédito e financiamentos a juros e prazos diferenciados em relação aos que estão com alguma restrição. “Incentivamos que o consumidor faça parte do Cadastro Positivo, consulte suas informações contidas no banco de dados e o utilize como instrumento para comprovar seu histórico de bom pagador ou regularizar a sua situação com o credor e, assim, ter mais acesso às linhas de crédito oferecidas no mercado”, completa a executiva.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima