Convergência já!

0
12

Muitas empresas atualmente mostram uma certa relutância em investir em uma nova infra-estrutura de telecomunicações. Tendo em vista que a Nova Economia esfriou, teve início um período mais tranqüilo de consolidação. Embora hoje, à medida que a tecnologia IP começa a se estabelecer no mercado, o investimento em uma rede convergente oferece benefícios decisivos: rápido retorno sobre o investimento e maior otimização de custo, destacada confiabilidade e facilidade de operação. Paralelamente, os novos sistemas também devem prover a qualidade de voz com a qual os usuários estão acostumados, proteger os investimentos e possibilitar uma migração tranqüila a partir dos sistemas herdados.
Há diversos e bons motivos para migrar para uma rede convergente. Modelos de negócios atrativos devem oferecer um valor agregado vital e reestruturar as relações com o cliente. Somente as empresas que oferecem serviços não prestados pela sua concorrência é que sobreviverão. Soluções e-CRM como os centros multimídia de contato com o cliente – os quais garantem uma disponibilidade através de todos os canais, e um acesso em tempo real a perfis de clientes armazenados – são uma importante contribuição que pode prover um apoio eficaz a todas as atividades de e-business. Migrar para uma rede IP também permite outras aplicações úteis, como soluções Wireless, Teleworking e Unified Message (Sistema Sem Fio, Trabalho a Distância e Mensagem Unificada) – ou seja, acesso a todas as aplicações eletrônicas como telefone, fax e e-mail sob uma única interface em todas as workstations. O resultado é aumento de produtividade combinado com uma maior flexibilidade.
Um estudo realizado pela Forrester Research mostra evidências quanto ao potencial de economia gerado por uma abordagem apropriada da comunicação em IP. Os resultados mostraram que a migração da telefonia tradicional para a Convergência IP é a maneira mais econômica de estabelecer comunicações empresariais.
Obviamente, muitas empresas estão buscando uma via de migração suave, a qual lhes permita definir o ritmo da migração de acordo com suas próprias necessidades e possibilidades. Embora desejem tirar o máximo proveito das vantagens oferecidas pelas soluções convergentes, elas também querem continuar a usufruir dos benefícios de investimentos anteriores. A Siemens, através da sua família de produtos HiPath, possibilita que os clientes tracem o seu próprio curso e encontrem as soluções certas para eles. Os clientes podem implantar pontos de trabalho e aplicações em toda a empresa – independente das infra-estruturas existentes. As grandes empresas da Fortune 500 em particular contam agora com soluções reais que lhes permitem explorar os benefícios plenos da tecnologia IP.
A Siemens oferece seis opções para migrar para uma rede convergente. A mais radical é um “salto quântico”, na qual empresas inovadoras mudam para uma rede 100% comutada por pacote, em um único passo rápido. Certamente, também há a opção de começar conectando apenas sucursais e usuários individuais via IP, ou de migrar para convergência em nível de aplicação, e depois aos poucos concentrar-se na rede. Através da opção para evolução, a empresa procura suas melhores áreas de desempenho/risco, e depois utiliza uma combinação de tecnologia comprovada comutada por circuito e de nova tecnologia comutada por pacote. Algumas empresas decidirão primeiramente realizar uma fase de teste para determinar que soluções são necessárias, e suficientes, para suas operações. A terceirização oferece um potencial adicional de economia:
O parceiro da terceirização aqui assume o risco e instala a solução que provê as funções necessárias.
As soluções de Convergência oferecem inúmeras possibilidades para otimizar a posição competitiva da empresa e aumentar a satisfação do cliente. Contudo, é essencial que cada empresa analise sua situação atual de forma atenta e crítica, de forma a assegurar que os investimentos somente sejam efetuados conforme, e quando necessário, e que as soluções das quais a empresa efetivamente necessita sejam implementadas. É preciso estar atento, pois não há uma solução “única” para todas as empresas – mas há uma solução certa para cada empresa.
Andy Mattes é membro do Conselho de Grupo da Siemens Information and Communication Networks.