Marketing viral

0
1



Na maioria das empresas, o planejamento de marketing está baseado na aplicação das verbas de comunicação apontando para a veiculação nas mídias tradicionais. Esta evidência é clara, pois as áreas de marketing e a própria agência de publicidade desenvolveram o seu plano de mídia tendo em vista a formalidade do mercado que, por meio desta alternativa e opção, garante processo de comparação entre verba empregada e resultados obtidos, evidenciando o recall da comunicação ou, na ponta, o aumento das vendas do produto ou serviço. Este, na verdade, é o feedback esperado por todos quando investem em publicidade. Por outro lado, os estudos de marketing provam que há fatores extracurriculares que provocam percepção diferenciada do mercado e das pessoas envolvidas nesta demanda, reconfigurando a performance tradicional de comunicação. É aí que surge o marketing viral, que virou uma onda sem a menor possibilidade de previsão, que dissemina a informação de forma surpreendente.

O conceito de marketing viral é baseado na ideia de que as pessoas vão se interessar pela mensagem transmitida por uma peça de marketing a ponto de se sentirem impelidas a passá-la adiante. No entanto, o processo viral da transmissão é absolutamente espontâneo, provocado ou não, mas atinge as pessoas de forma natural, muitas vezes exibindo um fator emocional no processo.

E aí, ninguém segura. A informação se espalha naturalmente pelas pessoas que as transmitem para tantas outras, numa ação rápida e sem barreiras. Com a ampliação das ferramentas tecnológicas, muitos entendem que o marketing viral ganha velocidade quando tem aliados como o Twitter, You Tube, SMS ou MSN.

Outros entendem que poderá haver uma ação de marketing viral induzida e que, com bom planejamento, é possível disseminar estrategicamente uma mensagem que desperte interesse do público-alvo em relação ao universo da marca.

Na verdade, o meio importa, mas não manda. Quem manda é a mensagem, o conteúdo, que atingindo as pessoas de forma diferenciada, dá o tom certo da transmissão viral, intensifica sua exposição e garante resultados surpreendentes.

Lívio Giosa é Vice-presidente da Associação dos Dirigentes de Vendas e Marketing do Brasil (Advb) e presidente do Centro Nacional de Modernização Empresarial (Cenam)
Não deixe de visitar meu blog http://blogclientesa.clentesa.com.br/grandessacadas

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorNegociar é preciso!
Próximo artigoBola de cristal