O canal para quem respira cliente.

São Paulo, Brasil - 28 de janeiro de 2022, 13:25

O segredo do crescimento da rede Sonda

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin



“Os serviços voltados aos clientes precisam evoluir no ritmo do mercado, na mesma velocidade com que se alteram as exigências e preferências dos consumidores na era da internet”, afirma Fernando Martins, diretor operacional do Sonda Delivery, ao falar da evolução dos processos de vendas e atendimento ao cliente, iniciados há quatro anos a partir da união do site institucional com o sistema de e-commerce, que deu origem ao Sonda Delivery. Visando agilizar e dinamizar o atendimento aos clientes virtuais, o Grupo também criou um chat, em dezembro de 2004, com base nas soluções da GVP Consulting Services, especializada em tecnologia de apoio ao relacionamento empresa-cliente. Para o executivo, a nova solução representou um salto no padrão de qualidade e tornou o serviço moderno e pronto para atender às necessidades dos clientes de qualquer ponto da Grande São Paulo. De acordo com dados internos da empresa, antes da implantação do sistema de chat, apenas 8% dos clientes que entravam em contato com a companhia pela internet efetivavam as compras, enquanto que, atualmente, as vendas virtuais, as quais somam em média R$ 350,00, aumentaram oito vezes.

Martins conta que a rede de supermercados logo identificou a disposição da GVP em se adequar às necessidades do Grupo. “Na época, a GVP era a empresa que estava mais disposta a se tornar nossa parceira e trabalhar em conjunto, além disso, era a que oferecia mais flexibilidade e facilidade na instalação da solução, modernidade nas funções e qualidade no suporte”, destaca. Hoje, um operador do Sonda Delivery consegue atender até cinco clientes simultaneamente. Já o recurso de consulta automatizada de histórico possibilita que a empresa tenha acesso a todas as chamadas anteriores do cliente no momento em que ele entrar no chat e digitar seu e-mail ou número de telefone. “Se o internauta quiser comprar o mesmo sabão em pó que comprou semana passada, o operador pode consultar o sistema para saber qual foi e enviar um link para o cliente”, exemplifica Daniel Pereira, diretor da GVP.

Antes da solução, a rede de supermercados mantinha uma equipe difusa para atender os clientes virtuais e os custos de manutenção eram altos, lembra Martins. O sistema desenvolvido pela GVP possibilitou ao Sonda Delivery centralizar seus serviços em um só local, na Avenida Paulista. Atualmente, o chat funciona das 8h às 20h com dez atendentes, sendo quatro supervisores, que também gerenciam o processo de compras, registrando sugestões, dúvidas e todo o serviço de SAC.

Para a implantação do sistema, o Sonda Delivery recrutou funcionários próprios, que passaram por treinamento promovido pela GPV. “A vantagem é que nosso produto não é um software vendido, instalamos na base do cliente, sem a necessidade de investimento em equipamentos. O cliente paga pelo serviço mensal e nós entregamos um link para o seu site, no qual ele pode fazer a operação. E esse processo só leva de 15 a 20 dias”, conta Pereira.

 

 

Avon conclui processo de terceirização

Algar Tecnologia fica responsável por toda a operação de atendimento ao setor de vendas

Unificar o atendimento aos dois nichos de clientes, consumidores finais e revendedoras, foi a premissa da Avon ao transferir o restante da operação de callcenter para o site da Algar Tecnologia, em Uberlândia (MG). Luiz Francisco Teixeira Soares, gerente sênior de inovação de vendas da Avon, conta que a central de atendimento da empresa está em transformação há cinco anos. “Como somos uma empresa de cosméticos, decidimos contratar uma companhia que realizasse esse serviço interno. Afinal, o custo-benefício é muito melhor”, afirma. A operação interna da Avon contava com 50 funcionários, entre operadores e gestores de treinamento, que agora farão parte de um programa de reintegração profissional, no qual receberão assistência de uma empresa especializada em recolocação contratada pela Avon.

Hoje, o site da Algar Tecnologia dispõe de 300 PAs para atender os clientes da companhia de cosméticos. “Já mantínhamos a estrutura 100% terceirizada para consumidores e 90% para o atendimento ao setor de vendas. Agora, a Algar ficará responsável por tudo”, diz. As ocorrências da central vão desde dúvidas sobre qual batom combina com que pó até indicações de revendedoras, além de todo o suporte à equipe de vendas. Segundo o executivo, o callcenter tem de estar sempre preparado para as campanhas, que são criadas a cada 15 dias, trazendo produtos diferenciados. “É como se tivéssemos 19 meses em um ano”, afirma. TV, rádio e internet também fazem parte do roll de canais da empresa para fidelizar e se relacionar com os clientes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima