Refugiados conseguem emprego formal no Brasil em operações multilíngues

Segundo a ABT – Associação Brasileira de Telesserviços, setor emprega mais de 2 mil pessoas em situação de refúgio existentes hoje no país