Uber lança serviço de transporte por barcos

Empresa continua em sua luta por ampliar possibilidades de receita   
A empresa de transporte via aplicativos Uber anunciou uma nova parceria que permitirá seus usuários se movimentarem com barcos. A novidade foi lançada em Londres, no Rio Tâmisa.  A novidade é uma parceria entre a Uber e a operadora de embarcações Thames Clippers. Os usuários poderão agendar uma viagem pelo aplicativos da Uber, e receberão um código QR que pode ser usado no embarque. Ao contrário do que acontece com o transporte via carros, não é possível o usuário definir sua rota. Ele precisará seguir a rota estabelecida regularmente pela operadora. Inicialmente, a frota operada na parceria terá 20 barcos e 23 piers. Usuários poderão pagar suas viagens ainda com outras formas de pagamento, como cartões de transporte urbano emitidos pelo governo. Essa é a mais recente novidade da Uber em sua luta por ampliar possibilidades de receita em meio à crise da pandemia do coronavírus, que diminuiu no mundo todo a demanda por seus serviços, e forçou a empresa a implementar programas de reestruturação. Fonte: The Verge


Comércio eletrônico dos EUA crescerá 18% em 2020 em meio à pandemia

Em fevereiro de 2020, em relção ao total de vendas no varejo nos EUA, a eMarketer projetava um crescimento modesto de 2,8%, para US$ 5,621 trilhões, mas a pandemia de coronavírus causoU o fechamento de lojas, pedidos em casa e queda na demanda por bens não essenciais. Como resultado, agora a consultoria espera um declínio de 10,5% no total de vendas no varejo nos EUA este ano, com uma queda de 14% nas vendas físicas.As notícias, no entanto, não são más para todos os canais de varejo. O ecommerce deverá crescer 18%, depois de haver crescio 14,9% em 2019, uma evidência adicional da migração do consumo para o digital. Fonte: eMarketer
Pesquisa global da ACI revela aumento nas vendas no e-commerce em junho – as maiores desde o início das restrições relacionadas a pandemia de COVID-19
As vendas globais no e-commerce cresceram 28% em junho de 2020 em comparação a junho de 2019, tornando-se o maior aumento nas vendas ano a ano (AoA) desde que as restrições relacionadas a pandemia de COVID-19 foram implementadas em março. A análise de centenas de milhões de transações no e-commerce de todo o mundo feita pela ACI Worldwide também mostrou um aumento contínuo (117%) nas vendas de artigos para uso ao ar livre, calçados e artigos esportivos. Equipamentos para atividades ao ar livre está entre as categorias de compra mais populares, com um aumento de 10% em junho, em comparação com um aumento de 8% em maio. Equipamentos de proteção individual (EPI) e itens de bricolagem também continuam entre as compras mais populares de junho. O Reino Unido teve um aumento acentuado no volume de compras em junho de 2020 – um aumento de 20% em relação a junho do ano passado – enquanto em maio de 2020, o volume de compras aumentou 6% em relação ao ano anterior. As compras dos consumidores no Reino Unido continuaram sendo impulsionadas por bens como hardware, utensílios domésticos e itens de bricolagem. Nos EUA, as compras dos consumidores em junho de 2020 aumentaram 25%, consistente com o aumento de 25% em maio de 2020. As compras dos consumidores nos EUA foram impulsionadas principalmente por roupas e por uma demanda contínua por jogos on-line.