Agora, mãos à obra

0
1



A participação sempre vale a pena, pelo lado empresarial e pessoal, resume Rogério Tobar Ramos, gerente de informática do Bradesco Seguros. “O network é sempre válido e traz com ele a oportunidade de outras experiências internacionais e inclusive de concorrência. É importantíssimo identificar cenários com que o mercado vem trabalhando, por se tratar de uma visão sempre pessoal e com influência de culturas diferentes, independente de quem a faz. Reunindo todas as informações podemos identificar oportunidades de melhorias e implementações que agregam valor ao negócio”, justifica.

 

Na tecnologia em si, o executivo não identifica muita novidade, principalmente quando está focada em processos e em cenários de integração. “O que efetivamente agregou e, bastante, foram as experiências de parceiros mundiais, que sempre temos a oportunidade de acesso”, ressalta.

 

Agora, o caminho é o planejamento de um workshop realizado pelo grupo consultivo da Nice e pela Value Team para os executivos do banco, focando às oportunidades e necessidades da instituição. “Eles já conhecem nosso cenário e podem planejar um encontro mostrando a aplicação das novidades, associando esclarecimento e criação de novos projetos que podem agregar valor ao nosso negócio. O grande desafio é partir de uma visão global, a partir de uma suíte completa para construir um projeto evolutivo, integrando aos poucos, até chegar ao cenário desejado”, explica. “A minha função é justamente essa, a de quebrar paradigmas e atender o meu gestor na sua necessidade de negócio.”