Alcatel e Lucent Technologies anunciam fusão

0
2


A Alcatel e a Lucent Technologies anunciaram que chegaram a um acordo definitivo de fusão para criar um fornecedor de soluções de comunicações com o maior portfólio de telefonia fixa, móvel e de serviços da indústria. O objetivo prioritário da fusão é gerar crescimento significativo em receitas e ganhos de acordo com as oportunidades de mercado para as redes de próxima geração, serviços e aplicações, aliado à obtenção de sinergias significativas.

“Essa combinação é uma fusão estratégica entre dois líderes em comunicações experientes e respeitados, que juntos se tornarão o líder global em convergência”, disse Serge Tchuruk, Chairman e CEO da Alcatel, que se tornará o presidente não-executivo da nova empresa. “Alcatel e Lucent combinadas serão globais em escala, possuirão clara liderança em áreas que definirão as redes de nova geração, impulsionarão uma das maiores capacidades em pesquisa e desenvolvimento de comunicações, e empregarão o maior e mais experiente time de serviços globais na indústria. Ela criará valor para os acionistas de ambas as empresas, que se beneficiarão de possuir o mais dinâmico e global ator da indústria de comunicação”.

A nova empresa, cujo nome será definido posteriormente, terá uma capitalização de mercado agregada de aproximadamente 30 bilhões de euros (US$ 36 bilhões), de acordo com os preços de fechamento da sexta-feira, 31 de março. Com base no ano-calendário 2005, a empresa combinada terá receitas de aproximadamente 21 bilhões de euros (US$ 25 bilhões), divididos de forma praticamente igual entre América do Norte, Europa e as demais regiões do mundo. Em 31 de dezembro de 2005, as companhias combinadas tinham cerca de 88.000 funcionários.

Patricia Russo, Chairman e CEO da Lucent, que será a CEO da nova companhia, disse que “a lógica estratégica que conduz a transação é muito interessante. A indústria de comunicação está no início de uma significativa transformação das tecnologias de rede, aplicações e serviços – que é projetada para permitir serviços convergentes nas redes das operadoras e das empresas, além de uma gama de dispositivos pessoais. Isto apresenta oportunidades extraordinárias para nossa nova empresa acelerar seu crescimento. A fusão cria um novo competidor na indústria com o mais completo portfólio, posicionado para proporcionar benefícios significativos para clientes, acionistas e funcionários”.

Espera-se que as sinergias de custos sejam alcançadas em três anos a partir do fechamento do negócio e virão de diversas áreas, incluindo consolidação das áreas de suporte, otimização da estrutura da cadeia de fornecimento e compras, alavancagem de P&D e serviços, e redução do número de funcionários em todo o mundo em aproximadamente 10%. A fusão também irá resultar em aproximadamente 1,4 bilhão de euros (US$ 1,7 bilhão) em custos de reestruturação que serão lançados no primeiro ano. Espera-se que a maioria substancial da reestruturação seja completada em 24 meses após o fechamento do negócio. A transação deverá gerar ganhos por ação no primeiro ano após a finalização das sinergias, excluindo-se os custos de reestruturação e amortização de ativos intangíveis.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorInformações centralizadas
Próximo artigoCRM avançado e fidelização