Aprenda a mapear equipes

0
3


Para conquistar o respeito e a admiração dos subordinados, antes de tudo é preciso conhecê-los. E por que não mapeá-los? Quanto mais você souber sobre sua equipe maiores serão as chances de obter êxito enquanto líder. Para mapear sua equipe é necessário ter:

Informações profissionais: conhecer o histórico profissional de cada membro. Mas atenção! Histórico profissional não é informação de currículo. É preciso conhecer as preferências do indivíduo no trabalho. Quais atividades realizava? O que mais gostava de fazer? O que menos gostava?

Informações pessoais: conhecer a vida familiar e social do colaborador. Conhecer não é se envolver. Procure saber como vive, onde mora, com quem mora e em quais condições. Tais informações poderão ser úteis, desde o momento de realizar um simples dimensionamento até a hora da promoção.

Informações emocionais: Você sabe o que o faz chorar? Dependendo do momento que a pessoa vive, um simples “não” pode ser o estopim de uma grande explosão de emoções. Portanto, conheça os limites de seus colaboradores. Isto ajuda a criar um clima muito positivo dentro do grupo.

Informações sobre o crescimento: Em que fase de crescimento profissional se encontra o indivíduo?

a) Em pleno crescimento – vale a pena investir;

b) Estagnado, com problemas, desmotivado e sem perspectivas – identificar as razões;

c) Satisfeito, estável – feliz com o trabalho pois gosta do que faz;

d) Erva daninha – está apenas passando uma chuva.

A partir do momento em que conseguir obter todas as informações sobre a equipe, fica muito mais fácil identificar o que a estimula.

Débora Martins é palestrante especialista no gerenciamento das relações entre empresas e clientes. Escrevo artigos e ministro cursos sobre atendimento, motivação, liderança e setor de callcenter.