Callflex e VoxAge anunciam fusão

Mirando no mercado internacional, nova empresa projeta investir cerca de R$ 50 milhões e dobrar faturamento

0
93
Claudio Coli, CEO da nova empresa formada por Callflex e VoxAge
Claudio Coli, CEO da nova empresa formada por Callflex e VoxAge

Em um processo de negociação que durou menos de um ano, a Callflex e a VoxAge, ambas desenvolvedoras de soluções para o relacionamento entre empresas e clientes, anunciaram a fusão de seus negócios. As empresas planejam investir em torno de R$ 50 milhões em pesquisas, novos desenvolvimentos e capacitação dos 350 colaboradores. “Pretendemos tornar nossas plataformas omnichannel e agentes digitais ainda mais inovadores e robustos, sempre mantendo o foco em oferecer a melhor experiência para o cliente.O objetivo é unir forças para se consolidar como a maior companhia do segmento, pretendendo duplicar o faturamento em até três anos”, detalhou Alexandre Azzoni, cofundador da Callflex. 

De acordo com o executivo, “depois de 14 anos no mercado, o processo de crescimento inorgânico já fazia parte dos planos, ainda mais quando olhamos para nossos objetivos de longo prazo, que visam, entre uma série de metas, a atuação em escala internacional. Já havíamos, em 2019, feito um aporte na 2CX, uma companhia na área de customer experience, e agora a fusão com a VoxAge vem para unir forças e acelerar ainda mais este processo.” Mensalmente as empresas juntas atingem mais de 150 milhões de usuários.

Por sua vez, Alexandre Constantine, fundador da VoxAge, ressaltou que a sinergia dos objetivos das companhias, como a busca pela inovação, foi fundamental para a união. “Ao longo dos 25 anos do nosso negócio, temos realizado uma série de investimentos no desenvolvimento de novas soluções. A fusão reforça o nosso foco em nos mantermos como uma das mais inovadoras do mercado no segmento de plataformas de relacionamento das empresas com os clientes, acelerando a adoção de novas tecnologias.”

Novo CEO
Com a fusão, foi anunciada também a contratação de Claudio Coli para o cargo de CEO. O executivo tem vasta experiência no segmento de tecnologia, já tendo conduzido diversos processos de gestão em aquisições e fusões de empresas. Ele será o responsável por todo o planejamento, integração e gerenciamento dos objetivos estratégicos da nova organização. “Essa união de forças vem para acelerar o crescimento das companhias que juntas buscam expandir seus nichos de atuação, chegando ao mercado internacional e consolidando-se como a maior empresa brasileira do setor”, afirmou Coli.