Como economizar ao ligar para uma central

0
2



Todos os brasileiros já devem ter recebido a conta do telefone fixo pelo novo sistema de cobrança por minutos, em substituição ao de pulsos. Para economizar tempo nos serviços de atendimento telefônico (e evitar uma conta salgada), Alexandra Periscinoto, presidente da empresa de callcenter SPCom, dá algumas dicas:


Telefonia fixa


– Informe-se sobre seus direitos. Se um serviço é oferecido como gratuito e está sendo cobrado, de acordo com o Código de Defesa do Consumidor, o cliente deve ser restituído em dobro dos valores cobrados.


– Para resolver problemas relacionados ao acesso à internet, contate o atendimento somente quando o computador estiver ligado e apresentando o problema. Dessa maneira economiza-se tempo para seguir as instruções do atendente.


– O débito automático é um serviço muito prático. Mas, caso ocorram erros no sistema que alterem o valor da conta, prepare-se para o atendimento com todos os documentos em mãos.


TV por assinatura


– Não se esqueça: o operador solicitará o seu código de assinante para encontrar seu cadastro. Tê-lo em mãos significa agilizar o processo – pode ser um cartão enviado pela operadora ou a fatura mensal.


– Dependendo do problema, será necessário informar o código do decodificador, o aparelho que é conectado ao televisor. Anote o número e guarde em um local de fácil acesso.


– Algumas operadoras também oferecem conexão à internet via cabo. Assim que falar com o atendente, informe para qual dos serviços você precisa de suporte.


– Anote sempre os números de protocolos dos atendimentos telefônicos já efetuados. De posse deles, a retomada do atendimento ganhará agilidade.


Operadoras de telefonia móvel


– As operadoras costumam utilizar gravações para fazer uma triagem da necessidade do cliente, antes de encaminhá-lo para um atendente. Fique atento para pressionar a tecla correspondente à sua solicitação e não ter que ouvir novamente todas as opções.


– Memorize o número do menu de opções correspondente à solicitação que você mais precisa. Assim, poderá ir direto para a opção nas próximas ligações.


– Se o número de telefone não estiver no nome de quem vai fazer a ligação e o titular não estiver por perto, faça a ligação somente com os dados pessoais do titular da linha em mãos.


– Evite buscar atendimento mais rápido apertando a opção do menu eletrônico correspondente a vendas de novos produtos. Como são operações separadas, os atendentes de vendas não poderão solucionar o seu problema. E, muitas vezes, o tempo gasto para fazer a transferência para o atendente apropriado demora mais do que ir direto na opção correta.


– Para solucionar problemas com o aparelho, como visor danificado, por exemplo, é necessário entrar em contato com o fabricante e levar o aparelho a uma assistência técnica autorizada.


Empresas de cartão de crédito


– Guarde os comprovantes de compra, as faturas e os respectivos comprovantes de pagamento. Isso facilita o atendimento no caso de cobrança indevida.


– Algumas despesas, como assinatura de revistas, podem ser debitadas diretamente do cartão de crédito – e o contrato é renovado automaticamente. Se você não quiser mais manter o serviço, coloque um lembrete para fazer o cancelamento antes do vencimento.


– Quem paga somente o valor mínimo pode sofrer as conseqüências dos juros cobrados pelas empresas. As centrais de atendimento podem propor um acordo para renegociar a dívida.


“Dois itens são fundamentais em todo e qualquer atendimento telefônico: papel e caneta nas mãos. Eles são imprescindíveis para anotar números de protocolo, valores de tarifas e outras informações importantes. Antes de contratar qualquer serviço, vale a pena conversar com pessoas que já o tenham adquirido. E não esqueça de ler cuidadosamente um contrato antes de assinar. No caso de aparelhos eletrônicos, uma boa leitura do manual de instrução evitará muitos minutos ao telefone”, explica Alexandra.


“Por último, mas não menos importante, nunca forneça por telefone informações confidenciais, como senha de conta bancária. Os sistemas dos bancos são informatizados e as senhas são digitadas no teclado do telefone. Infelizmente, há pessoas que agem de má-fé, e precaução nunca é demais. As empresas de call center sérias e honestas promovem treinamentos e reciclagens periódicas para os colaboradores. Afinal, o cliente sempre vem em primeiro lugar”, finaliza a presidente da SPCom.