Como estabelecer consenso em equipe?

0
13



Autor: Paulo Kretly

 

Antigamente um profissional competente era aquele que exercia bem o seu trabalho, ou seja: um bom executor de suas tarefas. Porém esse conceito foi mudando e hoje além de realizar corretamente as suas atribuições, é necessário participar ativamente no ambiente corporativo, tomando decisões e assumindo responsabilidades com base no trabalho em equipe.

 

Grandes líderes enxergam cada membro de seu time como um ser humano completo – corpo, coração, mente e espírito – e trabalham para liberar todo o seu potencial criativo. As pessoas por sua vez, oferecem, voluntariamente, seus maiores esforços e energia quando são vistas e consideradas como indivíduos. Quando são tratadas como coisas, elas deixam de se comprometer e de trazer o seu melhor potencial à tona. E, comprometimento é fundamental para o êxito de qualquer organização.

 

Para ter sucesso em uma equipe é necessário reunir diversos fatores. O líder precisa inspirar confiança e credibilidade; deve-se criar uma visão e um propósito claro e envolvente, para que as pessoas ofereçam seus melhores esforços. Também é importante alinhar os sistemas, desta forma os profissionais darão o melhor de si e não vão necessitar do líder para funcionar, e se houver alguma mudança no time o sistema permanece o mesmo. Outra questão importante é liberar talentos e a paixão do grupo em benefício de prioridades maiores. Lembre-se que a diversidade de ideias é muito bem vinda para criar inovação.

 

Reunindo essas tarefas o caminho do sucesso e o consenso de uma equipe está traçado. Porém, não é tão simples assim, há outras questões que devem ser refletidas, situações que envolvem o dia-dia de uma equipe, empresa ou organização.
Discutir exclusivamente ideias é um outro ponto importante. Ter um diálogo competente, com argumentos claros para que possam ser entendidos e debatidos pelos envolvidos. Não se deve temer conflitos, eles acabam acontecendo e um grande líder deve tirar proveito disso; um conflito não significa uma desavença, mas sim diferentes pontos de vista que podem resultar em sinergia. Mas cuidado: a polêmica é boa, desde que não haja desrespeito entre os membros do grupo. Valorizar as diferenças é um ponto crucial para o sucesso de um grupo, para entender que a soma das partes pode ser maior que o todo. Criticas, feitas com critério, são sempre construtivas. Quem não sabe se expressar, não serve E para finalizar, uma equipe deve construir ideias através de discussões e acordos, dessa forma esta pode ser ampliada e modificada em conjunto.

 

Dificilmente o consenso será atingido em 100% dos casos, mas em alguns momentos é muito possível. Para isso o líder tem que ter capacidade de argumentação, firmeza e clareza em suas ideias. E para ter credibilidade diante de sua equipe, ele deve saber respeitar, entender e conhecer as pessoas, além de dar o exemplo.

 

O importante na equipe é deixar claro qual é o objetivo final, para todos saberem em qual sentido estão remando, dessa forma todos podem contribuir da sua melhor maneira, evitando desgaste de pessoas, energia, tempo e de dinheiro.

 

Com tudo isso, vemos que para se ter o consenso de uma equipe é necessário passar por diversos fatores, e que o fundamental é ter um grande líder, grandes profissionais e, metas definidas. Saber ouvir, falar e, entender as pessoas é muito importante para extrair o melhor de cada profissional e sucessivamente ter o máximo de cada pessoa.

 

Paulo Kretly é presidente da FranklinCovey Brasil.