Conference ClienteSA debate mobile banking

0
2


Existem hoje, no Brasil, mais de 90 milhões de celulares ativos, enquanto o número de internautas não chega a 25 milhões. Esse é o cenário que impulsiona as instituições financeiras a acelerar o desenvolvimento do Mobile Banking no País, a chamada terceira onda da automação bancária – porque surge depois do sucesso dos caixas eletrônicos e do Internet Banking. Debatendo as questões estratégicas, tecnológicas e, principalmente, de segurança da informação nas transações bancárias e meios de pagamentos por meio dos dispositivos móveis, empresários e executivos de instituições financeiras, operadoras de telefonia celular e integradoras de soluções, estiveram reunidos ontem em São Paulo, no evento “A Revolução do Modelos de Negócio Mobile Banking – Gestão de Serviços e Segurança Financeira na Palma da Mão”, organizado pela Conference ClienteSA.

Moderado por Giuliano Giova, presidente do IBP Brasil (Instituto Brasileiro de Peritos em Comércio Eletrônico e Telemática), o primeiro painel discutiu a gestão do Mobile Banking, o case do Banco do Brasil e as providências da operadora Claro, com a participação de Ann Williams, diretora-geral da OKTO, Raul Francisco Moreira, gerente executivo de Mobile Banking do Banco do Brasil, e Germano di Polto, gerente de Marketing VAS da Claro.

Em seguida, foram discutidos aspectos legais e regulatórios, com apresentação de Juliana Abrusio, sócia da Opice Blum Advogados Associados, questões das plataformas tecnológicas de serviços de segurança da informação e dos sistemas de acompanhamento das fraudes, com Paulo Quintiliano, chefe da Perícia de Informática da Polícia Federal, e Paulo Perez, gerente de consultoria em Segurança da Lucent Technologies.

Na seqüência, Daniel Levites, da Accenture, Eduardo Thuler, da Open, Fernando Nery, da Modulo Security, e Marco Garib, da EverSystem, debateram com os presentes os temas dos serviços compartilhados na onda da convergência digital e os aspectos fundamentais de Segurança e Certificação para o Mobile Banking. Por fim, analisando o case BankBoston e sua parceria com a Nokia e IBM, os presentes puderam acompanhar apresentações de Ricardo Perretti, do BankBoston e Fábio Portugal Cunha, da Telemar/OI.