Controle total

0
4



O call center da L´Oréal, fabricante de cosméticos, está em processo de transformação. Desde o final de 2008, a companhia vem passando por um processo de descentralização dos sistemas de CRM, entregando a cada país o controle dos dados relativos ao relacionamento com os clientes. No Brasil, o processo foi coordenado por Graça de Varella, gerente do call center da companhia, com o apoio da Triscal, integradora especializada em sistemas de gestão e parceira Oracle no País.

 

Graça lembra que, desde 2006, a L´Oréal utilizava o sistema Siebel On Premise em todo o mundo. “O sistema ficava hospedado na França, assim como o banco de dados. A centralização não permitia que fôssemos ágeis o bastante nas respostas ao mercado”, explica. Em 2008, a corporação decidiu que cada unidade deveria gerenciar o próprio sistema. “Já usávamos o módulo de serviço de atendimento ao consumidor do Siebel, então decidimos usar todo o sistema de CRM, no modelo sob demanda”, lembra Graça.

 

Depois da realização de uma concorrência, a Triscal foi escolhida como fornecedora. O go live do projeto aconteceu uma semana antes do prazo previsto e incluiu a automatização de funções executadas manualmente para agilizar o processo; a expansão para o nível 1 de atendimento com a solução adotando restrições de visibilidade; a extração de informações gerenciais; e mudanças de processo para melhorar controles.

 

O projeto foi iniciado em junho com data de conclusão em setembro dentro do prazo previsto, de acordo com André Portella, diretor da Triscal. “Os dados foram trazidos da França e mapeados para a nova aplicação. Além disso, desenvolvemos interfaces para aplicativos internos da L´Oréal e para o SAP”, diz. A execução da migração envolveu cerca de dez profissionais, além da equipe de Paris e de pessoas das áreas envolvidas. Hoje, no Brasil, o sistema está sendo utilizado por 60 profissionais do call center, que é todo interno.

 

O principal benefício veio na forma de redução de custos, aponta Graça. “Com o controle aqui no Brasil, os processos passaram a ser concretizados muito rapidamente. No modelo anterior, perdíamos muito tempo, pois precisávamos enviar as solicitações para que fossem executadas lá fora”, conclui.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorAcer expande capilaridade da assistência
Próximo artigoOs mais votados