CPM contrata deficientes visuais

0
0


A CPM, empresa de tecnologia, anuncia o treinamento e a contratação de 30 deficientes visuais, por meio do Programa de Profissionais com Deficiência, elaborado em parceria com a Adeva (Associação de Deficientes Visuais e Amigos). Do total de alunos, 20 serão contratados como atendentes de help desk e, os demais, como programadores de mainframe em uma das fábricas de software da companhia.

A Adeva é uma entidade que visa a capacitação do deficiente visual para o mercado de trabalho, por meio da realização de cursos de informática, reabilitação e atendimento ao público. A parceria tem como objetivo gerar oportunidades profissionais a essas pessoas. “Com essa iniciativa, esperamos promover melhorias na convivência pessoal, social e profissional da organização, além de resgatar os direitos civis dos funcionários com deficiência”, afirma Sílvia Martins, diretora de recursos humanos da CPM. A executiva conta ainda que a empresa pretende aumentar o número de profissionais com deficiência.

Por meio do Programa de Profissionais com Deficiência da CPM, os profissionais participarão de palestras e cursos de capacitação, tais como digitação e introdução à informática, uso de Windows XP, Internet/Outlook e pacote Office básico, além de Virtual Vision, técnicas de atendimento telefônico e de atendimento ao público. Os candidatos a preencher as vagas de atendente de help desk ainda receberão aulas específicas de rede de dados, assim como os futuros programadores, que aprenderão lógica de programação e Cobol. Após o período de formação, os selecionados trabalharão dentro de uma das unidades da CPM, utilizando equipamentos adaptados às suas necessidades.