Clique e visite a landing do Congresso ClienteSA 2022

O canal para quem respira cliente.

Da minha carreira, cuido eu!

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Em recente pesquisa realizada pela ETalent, com apoio da Catho, na qual foram entrevistadas mais de cinco mil pessoas, um número que quase beirou a totalidade chamou a atenção: 96% consideraram que é de responsabilidade própria e não da organização em que atuam o desenvolvimento de carreira. No entanto, na mesma pesquisa há um contraponto. Mesmo acreditando que a responsabilidade é sua, um em cada três entrevistados declaram não ter plano para carreira.
Isso revela que, embora algumas pessoas tenham ciência sobre a real responsabilidade pelo seu desenvolvimento, elas não inclinaram as atividades para montar um plano estruturado com a finalidade de ser posto em prática, ao longo de sua jornada profissional. “Existe um abismo entra sonhar e realizar, entre desejar e colocar em prática. A zona de conforto é um grande rival das mudanças e atitudes, é importante que as pessoas em geral, se atentem a isso”, afirma Jorge Matos, presidente da ETalent.
Ainda em análise sobre o assunto, a pesquisa aponta que quanto menor é a escolaridade dos entrevistados, maior é a opinião de que a responsabilidade é exclusivamente da própria pessoa. “Percebemos que à medida que se aumenta o nível de escolaridade dos participantes, maior é a percepção da participação da empresa na construção do plano de carreira. Ou seja, quanto mais instruído o profissional, maior a ideia de uma construção de carreira que envolve as duas frentes – profissional e empresa”, explica Fabrício Kuriki, coordenador de pesquisa e estratégia da Catho.
Para Jorge Matos, o plano de carreira é de responsabilidade do indivíduo, onde nele a empresa pode sim contribuir, mas não ser a responsável.  Cada pessoa precisa antes de tudo saber sobre si, para saber o que deseja e aonde quer chegar, e de forma secundária entra a empresa como uma forma de por esses desejos e planos, em prática. “Quando digo que antes de tudo precisamos do autoconhecimento, é focando justamente em pessoas que se jogam no mundo sem saber de fato quem são, o que desejam e aonde querem chegar. É necessário um planejamento para tudo na vida, seja no aspecto pessoal ou profissional, sendo assim as chances de acerto e sucesso aumentam”, conclui.
Responsabilidade pelo desenvolvimento do plano de carreira

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima