Demissão, um momento delicado

0
1
Autora: Tatiana Botta
A demissão é um momento de choque para qualquer pessoa. Quando você é funcionário de um lugar, certamente você não espera ser demitido. É uma situação em que nos sentimos impotentes, um tanto injustiçados. Os sentimentos como raiva, incômodo e preocupação se misturam. Porém é importante manter a calma. Colocar a cabeça no lugar e analisar o atual cenário da sua área de atuação podem ajudar você a se reestruturar e se recolocar no mercado de trabalho.
O processo de demissão é uma situação indesejável, que pode sinalizar o fracasso tanto para quem está sendo demitido, devido não ter conseguido atingir os resultados esperados, como também para quem demite, pois não foi capaz de selecionar, treinar e reter esse funcionário.
Diante desta situação real, ou eminente, o que podemos fazer?
Aí vão algumas dicas sobre como encarar esse momento tão conturbado.
1)Analise: Se você não deseja deixar a empresa, examine sua consciência e analise os fatos. Quais erros podem ser evitados, que comportamentos podem ser mudados? Peça feedback ao seu chefe, não deixe as coisas obscuras, uma boa conversa pode evitar o pior;
2) Encare: Se ao analisar os fatos, examinar sua consciência e pedir feedback, entendeu não ser possível a reversão, encare. Fugir disso não facilitará as coisas. O melhor é sair do modo mais ético possível;
3) Respire: Se o inevitável aconteceu, respire fundo e, se possível, tire alguns dias para visualizar seu futuro. Acalmar os ânimos pode ajudar a não embarcar em projetos furados e ter problemas novamente. Consulte um profissional para orientá-lo;
4) Concentre: Alguns dias se passaram e você pôde organizar suas ideias. Agora é hora de agir. Reveja currículo e faça contatos. Bons relacionamentos ajudam na recolocação. Busque empresas de emprego sérias. Tenha foco. Atirar para todos os lados ou aceitar qualquer proposta não é a saída. Se puder, ajuste suas escolhas ao seu perfil;
5)Mantenha a autoestima elevada: Procurar trabalho exige paciência e uma boa dose de autoestima. É hora de valorizar seus pontos fortes e não apegar-se em erros do passado. As razões de sua demissão já foram devidamente analisadas e devem servir de experiência e não de âncora.
Ninguém está isento de passar pela situação de uma demissão. Pode acontecer com qualquer mortal e não precisa ser motivo para desanimar.
Sim, amargar esse momento vai ser inevitável, mas o importante é não ficar nele por tempo demais. Remoer não vai resolver. A vida segue, aprendemos com nossos erros e com os dos outros. Se não foi dessa vez, se não era a empresa certa ou você não era certo para ela, entenda.
Certamente você encontrará muito sucesso em seus novos caminhos.
Tatiana Botta é coach especializada em vendas e sócia-diretora da Epifania Coaching.