Driblando a crise!

0
3
Com quinze anos completados, a Alert está passando por grandes mudanças para fortalecer sua presença no mercado. No total, a empresa está investindo R$ 8 milhões. E os resultados já começaram a aparecer. Contratado no final de 2014 para reestruturar a área comercial e incrementar a forma de se relacionar com os clientes para impulsionar os negócios, o diretor comercial e de relacionamento com clientes, Evandro Costa, anunciou a conquista de quatro importantes clientes nacionais. “Essas conquistas reforçam o nosso DNA em atendimento e customização de operações”, comemora o executivo, acrescentando que a perspectiva é de crescer 13% nos próximos anos.
A Alert também está finalizando a reforma e ampliação dos sites visando uma melhor oferta para o mercado em soluções de call center, contact center e BPO. Um deles é o site localizado na cidade de Porto Alegre, quem vem passando por reestruturação para contar com amplo espaço visando atender tanto o mercado nacional, como também ao mercado regional composto por Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina. Hoje o site já conta com 1400 PAs.
Já no outro site, localizado na cidade de Campinas e que possui 600 PAs, a Alert está finalizando a reforma e criando novos espaços para as operações e os colaboradores. A operação possui atualmente 600 PAs. “O site conta com total infra-estrutura física e tecnológica para os clientes atuais e para novas demandas de empresas que querem atuar próximo de São Paulo, mas com diferenciais importantes quando tratamos de mão-de-obra capacitada e dos principais indicativos do setor como turnover e absenteísmo”, detalha o diretor.
As metas da Alert não param por aí, pois o planejamento da companhia visa um novo site para os próximos meses, em local que está sendo analisado com muito critério. “Mas certamente será mantido as características dos sites atuais, ou seja, instalações com infra-estrutura física e tecnológica atualizada, localização em região com diferenciais que impactam diretamente nos principais indicadores exigidos pelo mercado, com de mão de obra capacitada, necessária para a boa execução da prestação de serviços, e na satisfação dos seus clientes”, conta Costa.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorFim da barreira entre online e offline?
Próximo artigoLeve melhora