É melhor abrir os olhos

0
0



A busca por mais qualidade de vida têm reduzido natalidade e surge um panorama de mais longevidade, elevando a proporção de idosos. Dessa forma, o Brasil que era um país de jovens tem um futuro que aponta para a ampliação das outras faixas etárias. Como consequência, a diretora de Recursos Humanos da Datamétrica, Sandra Arraes, aponta que pensar nisso estrategicamente deve ser pauta das áreas de RH da empresas do setor, já que ele lida com grandes números de empregabilidade. “Temos ainda um percentual pequeno de pessoas acima de 40 anos, em torno de 7%, mas entendemos que assimilar esse público é uma tendência de suma importância”, comenta.

 

Para reverter esse quadro, a Datamétrica tem feito convocações em determinados ambientes específicos para começar a atrair esse público e, em breve, irá lançar um programa estruturado voltado para esse tipo de público. “Estamos em fase de planejamento de um programa voltado para esse público e pensamos a princípio, em oferecê-lo para amigos e familiares de colaboradores. Acredito que com o progresso do programa teremos excelentes resultados”, revela.

 

Ela vê essa tendência não só como responsabilidade social, como atualização na conjuntura populacional, mas também como uma feliz descoberta de perfil condizente com as metas de produtividade, sobretudo para os cargos de liderança. Para exercer essa função, ela destaca que, além da competência técnica que o fará ter o que dizer, precisa ser respeitado pelo conhecimento e ensinar. Precisa ter palavra firme, ter disciplina, discurso seguro e respeitoso, se interessar e conhecer bem sua equipe, e acima de tudo saber ouvir para pontuar e aconselhar, ampliando a visão do colaborador. “Fica claro que todas essas competências são muito prováveis no perfil maduro”, pontua.

 

Esse profissional mais maduro, segundo Sandra, demonstra mais estabilidade emocional e o acolhimento que a maturidade pode proporcionar. Tanto que a Datamétrica busca encaminhar esses profissionais para os cargos que exigem mais competências atitudinais, tais como resiliência, saber ouvir e disciplina.  “Levamos em consideração também o histórico de trabalho anterior. Mas eles podem ser incluídos desde o cargo de operador até gerente”, completa.