Kainos anuncia reestruturação e mudança de marca

Ecossistema de customer experience conta agora com três companhias focadas em BPO, integração tecnológica e IA

0
62
Júlio Xavier, Fabio Padovani, Rogério Barreto e William Sousa

A Kainos &Co, ecossistema especializado em customer experience e soluções de atendimento, anunciou a reestruturação do negócio, passando a se constituir num grupo focado em relacionamento entre marcas – empresas e clientes. Com o novo modelo, composto por três empresas, cada uma transitará em sua especialidade e terá um respectivo CEO.

Na remodelação, a primeira novidade é a Kainos BPOTech, dentro de uma nova indústria de BPO que aplica tecnologia para melhorar e ampliar as relações entre marcas e consumidores e terá como CEO Fabio Padovani, profissional que atua há mais de 15 anos no ramo. A segunda, é a KTech, empresa de tecnologia que fornecerá integração para experiências personalizadas, que contará com Júlio Xavier, profissional com mais de 20 anos de experiência no ramo como CEO. A última novidade é a manutenção da Proa, responsável por entregar inteligência artificial em CX. O CEO da companhia é Rogério Barreto, profissional com mais de 17 anos de atuação no setor.

“Com essa reestruturação, fortalecemos nosso core business e nos preparamos para metas agressivas de mercado. Queremos crescer cerca de 200% com a holding, aumentar a carteira de clientes e caminhar para que, em pouco tempo, nos tornemos a empresa brasileira top of mind, referência no setor em que atuamos”, assegurou William Sousa, fundador e presidente da companhia e idealizador do projeto.. Segundo o executivo, “as verticais terão atuação convergente e sinérgica para atender os clientes de forma mais personalizada. Desta forma, as empresas impulsionadas pela Kainos &Co trarão experiências únicas no relacionamento com o consumidor”.

A holding, que tem na carteira de clientes grandes marcas como a LG, Qatar Airways, Leroy Merlin, OAB-SP, Delta Airlines, GetNinjas, Omni  Banco & Financeira, Ânima Educação, Trigg Cartões, entre outras, oferece serviço personalizado e sob demanda aos clientes. “Acreditamos que uma gestão segmentada das empresas da holding, entregará maior agilidade em cada projeto. Nesse sentido, focamos os esforços em entregar um Customer Experience ainda mais especializado”, declara Sousa.

Fabio Padovani, CEO da Kainos BPOTech, acredita que, uma das principais vantagens apontadas pelo modelo é a utilização de tecnologia para automação e digitalização dos processos nos mais diversos canais, o que traz eficiência e permite pessoas altamente qualificadas na interação humana. “Em um formato inovador, difundimos nossos serviços, lançando produtos escaláveis, os quais visam atender as mais diversas necessidades das marcas. Isto se explica, principalmente, pelo fato de nosso fundador ser um visionário que aposta em alta tecnologia e uma forte cultura de gente, de forma resumida, a Kainos BPOTech é uma empresa de Gente & Transformação”.

Por sua vez, Júlio Xavier, CEO da KTech, acredita que a interação das empresas será um diferencial de mercado para entregas mais estratégicas. “Não nos limitaremos, nosso objetivo é entregar o melhor canal de comunicação para soluções mais inteligentes. Com essa integração, garantimos que, além de impulsionar o fechamento de novos negócios, traremos mais rapidez e assertividade nos diversos processos de nossos clientes, desta forma, a KTech se posiciona como uma empresa de Gente & Inovação”.

Enquanto para o CEO da Proa.AI, Rogério Barreto, o objetivo é continuar revolucionando os segmentos de atuação por meio da Inteligência Artificial (IA). A empresa conseguirá cumprir seu propósito de integrar o ecossistema da Kainos &Co como referência no uso de IA para transacionar processos de forma humanizada, especializada em customer experience. “A Proa conta com soluções 360º que automatizam todos os processos de negócios, facilitando as interações e relações de consumo. Após um ano de crescimento elevado, vamos em frente para conquistar espaço no mercado com nossas soluções e sermos reconhecidos como uma empresa de Gente & Revolução”, finaliza Barreto.