Kit Wi-Fi e M2M lançados para àrea de comunicação

0
3

A PI Componentes oferece ao mercado nacional os dois novos kits – Wi-Fi e M2M – da Rabbit, empresa especializada em microprocessadores e ferramentas de desenvolvimento de alta performance para automação, controle e conectividade Ethernet.
Os lançamentos são ideais para profissionais que necessitam reduzir o tempo de desenvolvimento de projetos pois apresentam soluções completas. Já vêm com todos os itens de comunicação para empresas que necessitam da tecnologia Wireless (tanto Wi-Fi, como GSM).

Os kits Wi-Fi são constituídos por uma placa de modem Wireless LinksysWCF12 2.4 GHz, adaptador, conectores e programas em software prontos para uso. Possuem também o mesmo conteúdo presente no kit RCM3100DK com placa de prototipação, módulo RCM3110, fonte de alimentação e CD com software Dynamic C versão 8.
Este kit é indicado para empresas que necessitam de comunicação sem fio, em ambientes de curta distância com antenas access point, através da tecnologia Wireless. As aplicações da tecnologia vão desde a monitoração de equipamentos dentro de uma empresa até comunicação entre balanças de supermercado.
“O kit Wi-Fi descarta o uso de fiação e se torna uma solução prática para empresas. Os usuários, além de navegarem na Internet via conexão sem fio, também aproveitam o access point para acessar a rede interna da companhia. O kit poupa o trabalho do engenheiro em desenvolver uma solução, uma vez que o produto vem pronto e já está disponível no mercado”, afirma Hélcio Ayres, Gerente de Produto da Rabbit na PI Componentes.
Os kits M2M trazem um modem GSM/ GPRS, cabos e conectores e protocolo PPP para comunicação entre módulo Rabbit e módulo GSM. Com base no kit RCM3000DK, o novo conjunto oferece ainda placa de prototipação, módulo RCM3010, fonte de alimentação e CD com o software Dynamic C versão 8.
O segundo kit é ideal para quem necessita de comunicação entre equipamentos a distância. Com operação através da rede GSM/GPRS, os kits são voltados a empresas que necessitam de comunicação Ethernet. Suas aplicações principais se dirigem ao rastreamento de veículos e medidores de energia. Para o funcionamento, é necessário serviço habilitado por uma empresa de telefonia GSM, no local em que o equipamento se encontra.
Os dois kits poupam as empresas na instalação de mais cabos e possibilitam a operação em ambientes isolados. Segundo Helcio, “os kits foram desenvolvidos pela demanda do mercado em operar remotamente, com monitoração de um equipamento pela Internet de qualquer lugar do mundo”.