Liquigás amplia processo de captação de pedidos

0
2


A Liquigás – empresa distribuidora de GLP (Gás Liquefeito de Petróleo) controlada pela Petrobrás Distribuidora – selecionou, por meio de licitação, a ferramenta que irá gerir o processo de relacionamento com o cliente, de um dos segmentos de negócio da empresa. A solução vencedora foi o G!Neration, da empresa nacional G4 Solutions.

O projeto vai beneficiar a central de captação de pedidos de gás envasado que atende pelo telefone 4001-9000, bem como o SAC Liquigás. O contact center da Liquigás permite aos consumidores das 20 maiores cidades do Brasil entrarem em contato com a central, sem a necessidade de utilizar qualquer código DDD – independente da localidade – para fazer o pedido. A entrega é feita a domicílio pelo revendedor credenciado mais próximo.

Dentro desse processo, a solução da G4 representa para a empresa uma flexibilidade muito maior para efetuar as mudanças e adaptações para a expansão do projeto, que é completamente baseado em geo-processamento e numa cadeia capilarizada de revendedores, todos com acesso simultâneo e em tempo real à plataforma de relacionamento. Para a Liquigás, a aquisição da plataforma de relacionamento representa um avanço definitivo do projeto.

Júlio Moretti, diretor da G4 Solutions, classifica o projeto como extremamente ousado. “Hoje a Liquigás já possui uma solução implantada, porém o objetivo desse projeto é a continua busca de novas funcionalidades e melhoria nos processos de negócio, que foram encontrados no G!Neration. A implantação irá levar em conta toda a base já existente, o que torna o projeto extremamente complexo. Para se ter uma idéia da complexidade, o consumidor pode ser atendido por um revendedor e o seu vizinho por outro”, declara o executivo. A implantação está prevista para agosto de 2006.

A terceirização do projeto ficará a cargo da Teleperformance, bureau contratado também através da licitação.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorQuem quer falar com um robô?
Próximo artigoBrasil Telecom