O canal para quem respira cliente.

No caminho da otimização

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Preocupados cada vez mais com a redução de custos e ganhos de qualidade, o mercado, em 2013, avançou ainda mais na adoção de soluções para otimizar as operações de atendimento ao cliente. De acordo com Erik Mazzei, diretor comercial e marketing da G4, esse ano houve mais provas de que as empresas estão cada vez mais alinhadas com essas necessidades. “A cada três empresas que conversamos, no mínimo uma está em busca de soluções avançadas de otimização, como a automatização de processos”, pontua. Em entrevista exclusiva ao portal, Mazzei comenta essa evolução do mercado e detalha como foi 2013 para a G4.
Callcenter.inf.br – Que avaliação o Sr. faz de 2013?
Mazzei: O mercado manteve crescimento esperado, mas, sobretudo, deu mais um passo no caminho da otimização, ou seja, tivemos mais provas de que as empresas estão cada vez mais alinhadas com as necessidades de otimização das operações, colocando como prioridade a redução de custos e ganhos de qualidade, tudo alinhado sobre revoluções tecnológicas.
Quais os principais fatos que marcaram o setor esse ano?
Vemos a frente de redes sociais cada vez mais relevante no mercado, com muitas empresas atuando. Mas o principal fator para a G4, foi a clara percepção sobre o valor da otimização operacional. A cada três empresas que conversamos, no mínimo uma está em busca de soluções avançadas de otimização, como a automatização de processos. E como isto depende de mão de obra muito especializada, bem como recursos tecnológicos muito avançados temos sido muito procurados. As empresas que entenderam que crescimento não pode estar ligado apenas a novas contas/novos clientes, mas sim com a redução de erros operacionais, com a redução de TMO, com aumento de nível de serviço, e etc, obtiveram muito mais êxito. Tudo isto é possível e de forma massiva, ou seja, muito além do que pode oferecer um treinamento/reciclagem – prática importante e ainda muito utilizada na busca por estes resultados, mas limitada a sua própria eficiência.
Como foi para a G4?
Foi excepcional! Alcançamos nossas metas comerciais e ainda atingimos o planejamento de marketing a risca. Crescemos 30%. Além disso, tínhamos algumas metas importantes no que se refere ao marketing. E para isso conseguimos reforçar nossa marca participando dos principais eventos do setor e principalmente lançando uma campanha online de grande repercussão da plataforma de comunicação Contact Studio com o humorista Fábio Porchat, do canal de humor on-line Portas dos Fundos. Foi muito bom!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima