O foco da América Latina

0
1



O Driving Innovation, congresso global de usuários da Verint, é avaliado como uma afirmação do foco da empresa em conseguir atingir três grandes esforços, na visão de Juan Gonzalez, manager da Frost&Sullivan para a América Latina. O executivo que fez uma palestra para o grupo da América Latina, onde destacou o crescimento das ações focadas em redes sociais, definiu como primeiro ponto a possibilidade dos clientes transformarem as informações obtidas pelos diversos canais de contato em insights para incremento de faturamento, a partir do conhecimento melhor do comportamento dos clientes, o que permite a entrega de produtos e serviços que atendam suas necessidades.



O segundo ponto, na visão do executivo, é permitir redução de custos por meio da otimização dos recursos pessoais e correta alocação da força de trabalho às demandas dos clientes, com a ferramenta de workforce. E o terceiro ponto ele cita como a opção de aumentar a satisfação dos consumidores sem aumentar os custos. “Resumindo, existe uma integração total que permite às empresas evoluírem suas operações, trabalhando com análise das informações e entregar o produto certo para o cliente certo, na hora que ele quiser”, justifica Gonzalez.



Com relação ao portfólio de produtos da empresa, Gonzalez confirma que está “muito forte” quando avaliado sob a perspectiva de análise do comportamento do consumidor e na avaliação como “voz do cliente” o executivo considera um lançamento que antecedeu o da concorrência. “Eles saíram na frente e vão obter resultados financeiros com isso”, afirma.

 

Chamou a atenção de Gonzalez também a demonstração de cases com clientes da América Latina. “Foi muito interessante ver a quantidade de pessoas da região, o mix de clientes e a grande segmentação, como empresas de telecomunicações, bancos e outsourcing”, destaca. Para ele, a América Latina nunca teve um local de interação tão dedicado e focado, com troca de experiências e possibilidade de benchmarking. Ele destacou ainda o interesse demonstrado pela Verint na região, com presença maciça do board da companhia entre os latinos. “O fato de o vice-presidente global de vendas destacar a criação do primeiro cargo de country manager no Brasil, o principal país da região, demonstra a atenção que estamos tendo para o negócio”, pondera.