O que faz o brasileiro mudar de emprego?

0
12



O índice de trabalhadores há mais de cinco anos na mesma empresa caiu de 41,9% em 2006 para 36,4%, em abril de 2012, de acordo com o Ministério do Trabalho e Emprego. Plano de carreira e reconhecimento profissional são os itens que mais motivam o trabalhador brasileiro a procurar uma nova oportunidade, segundo pesquisa do InfoJobs. A busca por um melhor salário aparece apenas na 3ª posição nesta lista de prioridades. Entre os itens que se mostraram menos decisivos para incentivar uma mudança de emprego, estão a flexibilidade de horários e programas de participação nos lucros.

 


 

Os aspectos, na opinião dos profissionais, que devem ser melhorados pelas empresas para assegurar a retenção de funcionários são: investimento em treinamentos e cursos de aperfeiçoamento, além da oferta de um plano de carreira claro e factível e programas motivacionais. “Benefícios atraentes e um bom ambiente de trabalho são requisitos mínimos para manter funcionários motivados e comprometidos. Para a empresa, o processo de retenção de talentos começa logo na contratação, quando o gestor deve procurar os perfis profissionais e psicológicos que mais se enquadrem à cultura da empresa”, afirma Joan Pallarès, COO do InfoJobs no Brasil.

 

Cientes desta propensão do brasileiro a mudar de trabalho com frequência, muitas empresas já investem em novas formas de aumentar a satisfação dos funcionários e, assim, reter seus talentos. “Apenas oferecer um salário mais vantajoso não é o suficiente para reforçar seu time com os melhores talentos. O profissional de hoje quer trabalhar em uma empresa que reconheça seu desempenho, invista em seu desenvolvimento e lhe ofereça um plano de carreira”, conclui Pallarès.