PAs mais produtivas

0
4



A corretora de seguros Aon contratou a Adlead, agência especializada em marketing digital multicanal, para garantir a eficiência da equipe de vendas. Segundo Vlademir Bin, diretor-geral da Adlead Brasil, a empresa tinha o desafio de manter os pontos de atendimentos do call center da empresa não ociosos. “O custo de um PA para uma corporação é altíssimo, sem contar os encargos trabalhistas, portanto são necessárias estratégias de marketing bem elaboradas para reverter o máximo possível cada ligação em venda e não frustrar a equipe. Funcionário bem motivado é mais produtivo”, afirma Bin.

 

A gerente de marketing direto da Aon Affinity, responsável pela área de venda direta ao consumidor, Larissa Silva, explica que a empresa buscou no mercado alternativas que satisfizessem as necessidades, pois o formato aé então utilizado já não estava mais gerando o resultado esperado. “Estávamos operando com listas com mais de 60 milhões de clientes, navegando em um verdadeiro mar aberto”, frisa Larissa.

 

Antes de optar pelas campanhas de geração de leads criadas pela Adlead, a Aon vinha mantendo uma média entre 1 e 2% de taxa de conversão de vendas sobre a base de dados, muito abaixo do esperado. Após a contratação esse índice pulou para a casa dos dois dígitos, alcançando os 27%. “Antes realizava duas vendas por PA/dia, hoje atingimos 13 vendas por PA/dia. O custo de leads é maior, mas o investimento se paga à medida que as ligações vão se revertendo em vendas”, comemora Larissa. O desafio agora é manter a quantidade de leads gerados por dia em torno de 250.

 

Bin esclarece que a vantagem do lead em relação às listas qualificadas é enorme porque o lead é aquele contato que praticamente se resume a uma pré-venda, pois trata-se daquele potencial cliente que já tomou conhecimento do seu produto e está dando a autorização para que entrem em contato com ele. “Essa experiência positiva com a marca e/ou produto, na maior parte dos casos, se reverte em vendas”, conta.