Procon-DF recebe 107 reclamações sobre SAC

0
6



Em dois dias de vigência do Decreto n. 6523/2008, que regulamenta os SACs, o Procon-DF já registrou 107 reclamações. As queixas mais comuns foram relativas à demora no atendimento, menu com opções incorretas e transferência repetida de atendentes. Houve casos de consumidores que relataram demora de mais de 40 minutos para serem atendidos pelos call centers.

 

No primeiro dia de vigência das novas regras, o Procon-DF registrou 52 reclamações de consumidores. As empresas de telefonia fixa e celular foram as recordistas com 27 registros, em segundo lugar vieram os bancos com 10, e, em seguida as tevês por assinatura com sete. Já no segundo dia, o Procon-DF registrou 55 reclamações de consumidores. As empresas de telefonia fixa e celular continuam sendo as recordistas com 25 registros, em segundo lugar vêm os bancos com 20, e, em seguida as empresas de aéreas com seis.

 

O Procon-DF também tem fiscalizado, por meio de ligações, se efetivamente as operadoras estão colocando à disposição do consumidor o atendimento 24 horas, se o menu está de acordo com o estipulado no Decreto n. 6523/2008, entre outros pontos. Fiscais ligaram para 38 empresas, destas apenas dezesseis estão adequadas às novas normas. As 22 empresas, nas quais foram constatadas práticas infrativas, vão receber um auto de infração via correio e têm dez dias para apresentar defesa junto ao Departamento Jurídico do Procon. A principal falha constatada pelos fiscais foi quanto ao menu e ao tempo de espera para falar com atendente.

 



























Número de reclamações por setor


Telefonia fixa e móvel


52


Bancos


30


Empresas Aéreas


10


TV por Assinatura


9


Cartão de Crédito


3


Planos de Saúde


2


Corretora de Seguros


1


Fonte: Procon-DF