Sem estressar ninguém

0
1

Quanto maior a integração entre o analytics e a gestão da operação, maior a chance do relatório ser relevante e o mailing ser de alta performance. Essa foi a mensagem deixada pela gerente de BI da Aon Affinity Brasil, Lia Tombolini, em sua palestra no 2º Meeting ClienteSA Televendas, que começou na sexta (03) e termina hoje, no Hotel Terras Altas, em Itapecerica da Serra. “Toda experiência que tenho na área de analytics me mostrou que os resultados só vêm quando há uma união de forças entre as diversas áreas”, disse.
Seguindo essa premissa, a Aon, após passar por um momento crítico – em que vendia, mas registrava um alto número de reclamações, passou de um cenário em que o indicador de contestação era de 5% para 0,2%, em um período de um ano e quatro meses. Mais do que isso, se em um primeiro momento com a integração do analytics as vendas caíram de 120 por dia para 30, hoje elas já voltaram ao nível anterior. “Tivemos a recuperação do custo da aquisição a níveis de rentabilidade da operação e a diminuição das reclamações. Como resultado, alcançamos a satisfação do sponsor, do investidor e do consumidor”, apontou Lia.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorO desafio da Assurant
Próximo artigoO que move uma equipe?